terça-feira, 5 de julho de 2016

Senado deve votar legalização de jogos de azar na quarta; Câmara aguarda projeto

Por Alexandre Galvão
O Senado deve votar, nesta quarta-feira (6), o projeto que o legaliza o funcionamento de cassinos e bingos, além de legalizar jogos eletrônicos e jogo do bicho. O texto, um substitutivo do senador licenciado Blairo Maggi (PR-MT), define os tipos de jogos que podem ser explorados, os critérios para autorização e as regras para distribuição de prêmios e arrecadação de tributos. Também estabelece que, em cada município, será credenciada no máximo uma casa de bingo a cada 150 mil habitantes.

Os cassinos funcionarão junto a complexos turísticos construídos especificamente para esse fim, juntamente com hotéis e restaurantes. A ideia, diz Blairo Maggi, é contribuir para a geração de empregos e fortalecer a política de desenvolvimento regional por meio do turismo
 
De acordo com o presidente da comissão no Senado, Otto Alencar (PSD), ele irá votar a favor do projeto. “Não tenho uma ideia de como todos os outros senadores devem votar. Mas, na comissão, só teve um voto contrário”, afirmou, em entrevista ao Bocão News, nesta terça (5).

Ainda de acordo com Alencar, caso seja aprovada no Senado, a matéria seguirá para a Câmara. A proposta, para o senador, tem o objetivo de socorrer a saúde. “O projeto é uma forma de arrecadar para saúde. Uma arrecadação estimada de R$ 20 bilhões. Todo dinheiro que entrar é bom”, afirmou.

NA CÂMARA – presidente da Comissão Especial do Marco Regulatório dos Jogos na Câmara dos Deputados, Elmar Nascimento (DEM) afirmou que o projeto está “caminhando” na Casa.

“Vamos aguardar a chegada do projeto do Senado para incorporar. Assim que isso acontecer, vamos votar para retornar o mais rápido possível para o Senado”, afirmou.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.