Regional Sul Fm 95,1

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

VOTO ÚTIL: A BAHIA PRECISA MUDAR ,DIA 05 VAMOS DE CASADINHA


ELEIÇÕES: SAIBA O QUE FICA PROIBIDO DE QUINTA A DOMINGO

Com a proximidade do primeiro turno das eleições no domingo (5), a Justiça Eleitoral tem algumas regras que não podem ser esquecidas por candidatos, partidos políticos e coligações.
Segundo a Lei Eleitoral, amanhã (2) é o último dia para a exibição da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão. É também o prazo final para os candidatos fazerem reuniões públicas de campanha, comícios e para a utilização de aparelhagem de som fixa, entre as 8h e a meia-noite.
 Quinta-feira também é a data limite para a realização de debates políticos na televisão ou no rádio. Debates iniciados no dia 2 podem se estender, no máximo, até às 7h do dia 3 de outubro. Também até amanhã, partidos políticos e coligações terão que indicar à Justiça Eleitoral o nome das pessoas autorizadas a expedir as credenciais dos fiscais e delegados de partido que estarão habilitados a acompanhar os trabalhos de votação.
 Sexta-feira (3) será a data limite para que se faça a divulgação paga, na imprensa escrita, a reprodução na internet do jornal impresso, de propaganda eleitoral. Ainda nesta sexta-feira, os presidentes de mesa que não tiverem recebido o material destinado à votação deverão comunicar a falha ao juiz eleitoral.
 No sábado (4), termina a propaganda eleitoral com uso de alto-falantes ou amplificadores de som, entre as 8h e as 22h. Carreatas, caminhadas, passeatas e a distribuição de material gráfico também só poderão ser feitos até as 22h deste sábado.
 Desde terça-feira (30), até 48 horas depois do encerramento da votação, nenhum eleitor pode ser preso ou detido, salvo em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou ainda por desrespeito a salvo-conduto. A proibição de prisão de candidatos está em vigor desde o último dia 20. No entanto, quem concorre a cargo eletivo pode ser detido ou preso em caso de flagrante delito.
 Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, a competência para proibir a venda de bebidas alcoólicas no dia da votação é da Secretaria de Segurança Pública de cada estado, município ou do Distrito Federal.
Com informações: Agência Brasil 

MINISTÉRIO PÚBLICO PROMOVE PATERNIDADE RESPONSÁVEL: CONFIRA OS MUNICÍPIOS

O Ministério Público Estadual levará dois de seus programas mais conhecidos para perto dos moradores de 6 municípios do sul da Bahia. A comunidade será beneficiada pelas ações do “MP Vai às Ruas” e pelo “Paternidade Responsável”.

Na primeira quinzena de novembro, promotores e servidores do MP estarão na unidade móvel do Núcleo de Paternidade Responsável para atender aos moradores de Pau Brasil, Mascote, Arataca, Camacan, Jussari e Buerarema.

Serão prestados serviços na área cível, com prioridade para crianças e adolescentes sem paternidade. Entre as atividades estão ainda a efetivação de acordo de alimentos, a abertura e retificação de registros civis.

Já estão marcadas 40 audiências para Pau Brasil, 100 para Mascote, 60 para Arataca, 100 para Camacan e 75 para Jussari.

Outubro Rosa começa hoje para debater o câncer de mama

A luta contra o câncer de mama, listado como o mais comum entre as mulheres, ganha destaque a partir de hoje em todo o mundo. No Ceará, o Outubro Rosa está no sexto ano e toma forma com palestras, passeio ciclístico, caminhada e piquenique. A mobilização teve início nos EUA há mais de 30 anos e ganhou força no Brasil nos últimos sete anos.
Era outubro de 1983 quando uma corrida de cinco quilômetros pelas ruas de Dallas (EUA) atraiu 800 pessoas para arrecadar fundos e chamar atenção para o câncer de mama. A promessa de levar mais mulheres a conhecer e combater a doença foi de Nancy Brinker, que havia visto, três anos antes, a irmã Susan morrer aos 36 anos. Desde então, a Fundação Susan G. Komen For the Cure tem inspirado a mobilização em diversos países. Acessórios e laços cor de rosa viraram símbolo da campanha pelo mundo.

No Brasil, a enfermeira Gilze Francisco era vinculada à instituição e militava em Santos/SP como sobrevivente do câncer. Ela conta que via fotos de monumentos iluminados de rosa nos EUA e na Europa. “Uma falha enorme era iluminar e não ter atividades de conscientização com quem estava no entorno”, conta Gilze, hoje presidente do Instituto Neo Mama. Após falar com os responsáveis pela Fortaleza de Santo Amaro da Barra, no Guarujá/SP, o prédio ganhou as cores da campanha no terceiro domingo de maio de 2008, dia de falar sobre a prevenção em São Paulo.
Ela relata grande repercussão na mídia à época. Ocasião aproveitada por ela para convocar mulheres ao exame da mamografia e para anunciar que outubro seria um mês de atividades relacionadas ao tema. “Foi uma campanha que se espalhou muito rapidamente no Brasil. Percebemos pelas imagens recebidas de toda parte”, relata Gilze.

No Ceará, são seis anos de campanha graças à articulação da oncologista Maira Caleffi junto às instituições militantes. Ao comparar a primeira caminhada na avenida Beira Mar, em 2009, com a de 2013, houve acréscimo de cerca de três mil pessoas, segundo a memória de Cláudia Belém, presidente da Associação dos Amigos do Crio. Ela também avalia que a ideia começou mais concentrada em Fortaleza e ganhou, ano a ano, eventos no Interior.

Para além dos números, é em pequenos gestos que ela vê a efetividade da campanha. Um laço, uma propaganda ou uma conversa com alguma das mulheres têm o poder de salvar vidas. “As mulheres que não estão em grupos de apoio ou que não sabiam da importância da mamografia começam a ser alcançadas”.

DIA 05 DE OUTUBRO VOCÊ TERÁ A CHANCE DE TRANSFORMAR O BRASIL,UTILIZE BEM ESTA OPORTUNIDADE

APOIO: Programa FALANDO A VERDADE ,de segunda à sexta às 4:00 da tarde com Paulo José na Regional FM 95,1 e deste portal de notícias.

Canavieiras: Urnas eletrônicas começam a ser carregadas e lacradas

Urnas
O carregamento é feito através de discos de memória. O conteúdo delas é baseado em todos os dados dos candidatos.
As urnas eletrônicas que vão ser utilizadas no pleito deste ano, nas cidades de Canavieiras e Una, já começaram a ser carregadas e lacradas. Aproximadamente 35% delas já passaram pelo procedimento.
O conteúdo delas é baseado em todos os dados dos candidatos que estão disputando as vagas de Deputados Estadual e Federal, Senador, Governador e Presidente da República.
O carregamento é feito através de discos de memória, que foram sobrecarregados nas audiências de geração de mídia. Depois de realizada a carga é colocado um lacre, e as urnas vão para dentro de uma caixa e ficam armazenadas em um depósito até as vésperas da votação.
De acordo com Eduardo Tourinho Chefe de Cartório, após ser feita esta última etapa da preparação das urnas, já é possível saber para qual zona e seção eleitoral elas serão enviadas, a partir do dia dois de outubro. “Essa informação depois é repassada aos partidos políticos pra que eles possam fazer essa expectativa de onde vai chegar o BU no dia da eleição para a totalização”.
 Urnas1
 Redação: É NOTÍCIA
Fonte de Informação: Cartório da 116ª Zona Eleitoral

Tia é suspeita de abusar sexualmente da sobrinha de 12 anos


Um caso de abuso contra uma adolescente chocou o bairro Nova Vila Bretas, da cidade de Governador Valadares, no Leste Mineiro, nesta segunda-feira (29). De acordo com matéria publicada pelo site G1 Minas Gerais, uma menina de 12 anos era abusada sexualmente pela própria tia, não identificada. O caso foi denunciado pelo marido da acusada, que não teve o nome divulgado.

Ainda de acordo o G1, ele conta que  a  menina estava morando na casa da tia há cerca de três meses e que elas mantinham relação sexual na frente de uma criança de 1 ano e 8 meses. A criança de quase dois anos é filha do casal, que vinha lutando na Justiça pela guarda do menino. Este fato teria motivado as gravações por parte do marido da suspeita.
De acordo com declarações da delegada Adeliana Marino publicadas pelo site G1, as suspeitas do marido começaram após ele perceber uma diferença no comportamento da esposa.
Ela relatou que a suspeita começou a pedir para ele sair de casa de noite, ir ao supermercado e sempre no período noturno. Ele estava desconfiando da situação, fingiu ter saído um dia, voltou e ficou escondido, foi quando ele conseguiu filmar a suspeita mantendo relação sexual com a adolescente na frente do filho de 1 ano e 8 meses. Ele fez essas imagens em dias diferentes e foi ao conselho tutelar que o orientou de retirar a criança da casa, o que ele fez no sábado, 27.
A adolescente de 12 anos disse que manteve relações sexuais com a tia por vontade própria. A delegada contou que a criança disse que foi por livre espontânea vontade e que tinha aproximadamente 30 dias.
A tia da adolescente chegou a dizer para a delegada que estava sendo vítima do marido. Segundo a suspeita ele estaria a embebedando e que por esse motivo ela manteve relação sexual com a sobrinha, por estar bêbada e não saber o que estava fazendo. Ela permanece presa com uma preventiva de 30 dias, por estupro de vulnerável. Se condenada a mulher pode pegar uma pena de oito a 15 anos de prisão.

Fonte: G1 - MG

LEI QUE MUDA ORDEM DE VOTAÇÃO NA URNA NÃO VIGORA PARA ELEIÇÃO 2014


O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu por unanimidade, na sessão administrativa de quinta-feira (29), que a lei que inverte a ordem de votação na urna eletrônica dos cargos de deputado estadual/distrital e deputado federal não vigorará para as Eleições 2014.
O Tribunal entendeu que a Lei nº 12.976, de 19 de maio deste ano, não valerá para o pleito deste ano. A lei, que alterou o parágrafo 3º do artigo 59 da Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997), modifica a ordem de votação de dois cargos na urna, colocando em primeiro lugar a escolha para deputado federal, ao invés de deputado estadual/distrital.
Assim, nas eleições de 5 de outubro, os cargos continuarão a ser apresentados para a escolha do eleitor na seguinte ordem na urna eletrônica: deputado estadual/distrital, deputado federal, senador, governador de Estado e presidente da República.
Relator da questão de ordem sobre a aplicação da lei para o pleito de outubro, o presidente do TSE, ministro Dias Toffoli, afirmou que a implantação da mudança para as eleições deste ano demandaria a liberação de nova versão de software, de treinamento, entre outros fatores.
O ministro disse que, caso a alteração vigorasse para as eleições de 2014, haveria a necessidade de outra campanha institucional do TSE para divulgar a nova ordem de votação.
O presidente do TSE informou ainda que o órgão técnico da Corte recomendou também, se a mudança fosse implantada, um teste de integração para avaliar os reflexos da alteração em todos os sistemas eleitorais, antes do teste em campo, este previsto para a próxima semana (2 a 6 de junho).     
Por essas razões, o Plenário do TSE votou pela não aplicação da alteração promovida pela Lei nº 12.976 nas Eleições 2014.
EM/DB
Processo relacionado: INST 96263

Vaqueiro tem corpo dilacerado em máquina agrícola no interior da Bahia


O vaqueiro identificado comoEdenilton Pereira dos Santos, 47 anos, morreu em um trágico acidente de trabalho na noite do último sábado (27), no Povoado Baixão, na cidade Banzaê, próximo a Ribeira do Pombal, no interior do nordeste da Bahia.
 
De acordo com o repórter Aguiar, da imprensa local, a vítima que trabalhava em uma fazenda no povoado, estava colocando capim em uma máquina para comprimir e preparar a ração para o gado, quando ele tentou arrumar a vegetação com o pé, que terminou enrolando em sua perna e puxando para dentro do equipamento.


 
Edenilton que era bem querido na região teve o corpo dilacerado e diversos órgãos do aparelho digestivo ficaram expostos. Ele foi socorrido por moradores e uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para o Hospital Geral Santa Tereza, em Ribeira do Pombal com a máquina presa no corpo. Após passar o dia internado o homem não resistiu e morreu. Ele deixa quatro filhos e a esposa.

Fotos: Bocão News

OAB-CE quer identificar autores de mensagens ofensivas a Miss Brasil cearense

A Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará (OAB-CE) assinou uma representação e notícia-crime no Ministério Público Federal, nesta segunda-feira (29), para identificar e responsabilizar as pessoas que deixaram mensagens racistas nas redes sociais contra a cearense Melissa Gurgel, eleita Miss Brasil no último sábado (27).

Foto: Band/Divulgação

Comentários como "achei que no Ceará só tinha gente feia", "Lembrem de deixar a TV no mudo quando a miss Ceará for dar a palestra dela no miss Brasil do ano que vem" e "Miss Ceará: bonita até abrir a boca e vir aquele sotaquezinho sofrível" foram escritos aos montes após a nomeação da nova Miss.
Melissa Gurgel é torcedora do Ceará e disse ter orgulho do seu
sotaque (Foto: Reprodução)
O presidente em exercício da OAB-CE, Ricardo Bacelar, afirma que já coletou a imagem de algumas mensagens racistas contra a cearense e as apresentou ao Ministério Público Federal no Ceará. Caso sejam condenados, os autores dos comentários podem ser presos de 2 a 5 anos.
Melissa Gurgel, de 20 anos, foi eleita Miss Brasil durante um concurso realizar no Ceará. Chateada com a postura de alguns internautas de todas as partes do país, ela disse ser livre de preconceitos e repreendeu a postura das pessoas que escreveram mensagens ofensivas.
"Lamento muito que as pessoas se limitem a julgar os outros pelo que elas aparentam ser e pelas suas características culturais. O nosso país é tão desenvolvido e acolhedor que é desnecessário ainda acontecerem situações tão retrógradas como o que aconteceu comigo. Amo o meu Estado e tenho muito orgulho de ter nascido onde nasci", disse ela ao Ego. 

DEBATE NA REDE BAHIA: Bloco final: funcionalismo público e saúde são discutidos por candidatos

O quarto e último bloco começou com novo sorteio de temas para as questões entre os candidatos. O primeiro tema sorteado foi agronegócio e Da Luz voltou a pergunta para Paulo Souto sua opinião sobre o tema e a importância que os negócios levem em conta problemas como a mudança climática, como no caso do semiárido.
"O semiárido não é propriamente uma região do agronegócio. É região de pequenos produtores que precisam de assistência bem diferenciada. Lá tem mais projetos de irrigação. Acho fundamental que utilizem cada vez mais tecnologias sofisticadas para usarem cada vez menos água e obterem os mesmos resultados", afirmou Souto. O candidato citou o programa Cabra Forte e disse que pretende refazê-lo. O agronegócio no oeste da Bahia é extremamente importante. Precisa ser estimulado, com todo cuidado para o meio ambiente. E por falar nisso, as estradas no oeste estão completamente destroçadas", afirmou
Da Luz o criticou por não considerar os pequenos produtores como parte do agronegócio. E afirmou que pretende implantar no sertão um programa que permita aos próprios produtores gerarem energia a partir do sol. "O pequeno é viável, é negócio também", defendeu.
Funcionalismo
O segundo tema sorteado foi funcionalismo, para Marcos Mendes escolher a quem perguntar. Ele também optou por questionar Paulo Souto. "Vou lhe dar a chance de dizer o que foi feito com o dinheiro da Coelba, que se dizia que era para cobrir o Funprev. Só que esses servidores estão hoje com problema crítico, um rombo quase impagável, e isso está sendo empurrado com a barriga", atacou.

Souto iniciou a resposta sinalizando que os demais candidatos estavam se unindo para atacá-lo. "Tão querendo bater de turma, quando se une muita gente sempre em função de uma pessoa. Mas tudo bem. Estou acostumado com isso", afirmou. Ele falou sobre a privatização da Coelba. "A primeira coisa (que eu fiz) foi uma atitude pioneira no Brasil. Capitalizei 400 milhões para o fundo de previdência (...) Toda a rede de colégios Luís Eduardo Magalhães, diversos aeroportos no estado, a construção de alguns portos, o equipamento, laboratórios da universidades estaduais. Foi o primeiro grande reequipamento das universidades. A construção de uma importante rede de estradas, inclusive no Oeste da Bahia. E tivemos o maior cuidado na utilização desses recursos", afirmou, dizendo ainda que uma parte do valor ficou para o atual governo.
"Em nenhum momento foi dito que os recursos da Coelba seria determinado à previdência social. Aquilo foi uma exceção minha. E eu fiz", afirmou Souto, classificando de "gravíssimo" o problema do fundo previdenciário dos servidores. "No momento, a única solução é que o estado aporte recursos para diminuir esse déficit", explicou.
Saúde e emprego
O tema saúde foi sorteado para Rui Costa. Ele quis debater o assunto com Lídice e aproveitou para atacar o candidato do DEM. "Quantas UPAs foram construídas em todo governo Paulo Souto? Nenhuma. E hoje ele vem criticar algumas que estão atrasadas", ironizou. Lídice não gostou do desvio. "O DEM e o PT estão aproveitando-se do debate para fazer extensão do horário eleitoral, brigando entre si e não ouvindo a sua necessidade", criticou.

O tema seguinte foi emprego, sorteado para Paulo Souto. Ele mais uma vez escolheu perguntar para Lídice da Mata o que fazer para gerar crescimento de empregos na Bahia. Ela falou em qualificar a mão de obra. Ela disse ainda que é preciso priorizar o adensamento da cadeia produtividade da Bahia para aumentar a geração de renda e riqueza.
"A Bahia vive um momento extremamente complicado do ponto de vista do seu protagonismo econômico. Hoje somos a oitava economia brasileira. Fomos ultrapassados por Santa Catarina e, pasmem, por Brasília O governo não foi capaz de estimular a atração de empreendimentos. Passamos o índice de competitividade de 8º para 13º lugar".
A última pergunta foi de Lídice para Marcos Mendes. Diante do tema sorteado, turismo, ela quis saber do candidato do PSOL seus planos para desenvolver a área na Bahia. "Nós temos várias riquezas no interior (...) Você pode fazer turismo científico. Outra coisa importante é o turismo religioso (...) Outra coisa importante é o turismo cultural, tem que ser desenvolvido não só em Salvador e Região Metropolitana, leva esse turismo para a Bahia".
Lídice afirmou que irá promover a imagem da Bahia nos mercados que têm voo direto para a Bahia. "Vamos aumentar a cadeia produtiva, fazer com que hotéis da Bahia consumam produto da agricultura familiar". Ela falou em investir no "turismo do vinho" e da "rota do chocolate", no sul da Bahia.

(Foto: Marina Silva)
Considerações finais
O candidato Rogério Da Luz falou sobre "família" e religiosidade em sua fala final, mandando abraços para pastores. "Contra o aborto, contra a atrocidade do aborto", afirmou, se posicionando contra a liberação da maconha e a PL 122, que versa sobre a criminalização da homofobia. Ele também falou sobre investimento em monotrilhos para melhorar a mobilidade baiana.

"O povo baiano não quer voltar ao povo do atraso", disse Rui Costa em sua fala final. " A Bahia quer seguir em frente". Ele fez um apelo pelos votos dos eleitores que irão eleger Dilma. "Faz sentido em votar na Dilma e votar num governador que é contra a Dilma?".
Paulo Souto refutou a ideia de "imposição" defendida por Rui, com "alinhamento político" entre as esferas do governo. "Isso foi repelido pela população de Salvador quando elegeu ACM Neto (...) A Bahia quer ter liberdade para decidir quem vai ser seu governador". Ele prometeu trabalhar pela redução das desigualdades.
Lídice da Mata falou então sobre a "briga eleitoral" entre DEM e PT. Ela disse que, ao lado de Marina, traz uma nova proposta para governar. "Quero ser a primeira mulher a governar o meu estado para fazer o que nenhum deles, nenhum homem, fez nos últimos 20 anos pelo estado da Bahia".
Marcos Mendes ressaltou o fato do PSOL não ter políticos ligados a casos de corrupção e pediu voto para si. O candidato afirma que o PSOL é um "partido dos sonhos" de qualquer eleitor e afirmou que DEM e PT não conseguiram resolver os problemas da Bahia.

Da Luz é chamado de 'vendido' por assessor

Da Luz é chamado de 'vendido' por assessor
Foto: Betto Jr. / Ag. Haack / Bahia Notícias

Momentos antes do início do debate da Rede Bahia, nesta terça-feira (30), o candidato Rogério Tadeu Da Luz (PRTB) foi chamado de "vendido" por um assessor seu e do candidato a deputado federal Pastor Elionai (PRTB). 

Idenficado como Clécio, ele foi visto em uma discussão com a assessora do postulante ao governo do Estado. Ao ser questionado por uma jornalista sobre o motivo da briga, ele apenas afirmou: "Tá vendido mesmo e acabou. Tá vendido". 

A assessoria de Da Luz afirmou que o problema se tratava de "uma questão pessoal, de foro íntimo". Clécio não participou da "preleção" de Rogério, que teve direito à presença de um líder religioso na sala de espera reservada ao candidato.