quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Grêmio bate Lanús e é tricampeão da Copa Libertadores

Com gols de Fernandinho e Luan, time tricolor dá aula de futebol na Argentina e conquista o tricampeonato da América

Renato Gaúcho voltou a conquistar a Libertadores pelo Grêmio. Dessa vez como técnico, depois de brilhar em 1983 como ponta direita, o comandante tricolor na final contra o Lanús se tornou o primeiro brasileiro campeão da competição  como jogador e treinador.
O Grêmio venceu o Lanús por 2 a 1 nesta quarta-feira no estádio La Fortaleza, em Buenos Aires, e conquistou seu tricampeonato da Copa Libertadores. Logo nas primeiras ações, o tricolor de Porto Alegre assumiu o controle do jogo e neutralizou as principais armas do adversário. Após arrancada do meio-campo, aos 26 minutos, Fernandinho abriu o placar para o time gaúcho com um chute forte, sem chances para o goleiro Andrada. Aos 41, foi a vez de Luan aparecer no mano a mano, livre no ataque. O craque gremista limpou dois marcadores e, esbanjando categoria, recorreu à cavadinha para ampliar a vantagem dos comandados de Renato Gaúcho – único a ganhar a Libertadores como jogador e treinador. 
No segundo tempo, o Lanús diminuiu aos 26 minutos. Jaílson cometeu pênalti em cima de Acosta; Sand converteu. Dez minutos depois, Ramiro foi expulso, mas o Grêmio soube usar a inteligência para segurar a pressão dos argentinos. A torcida tricolor, que, mesmo em minoria, cantou o tempo inteiro na casa do rival, soltou o grito de "tricampeão" e deu o recado: "Vou torcer pro Grêmio bebendo vinho. E o Mundial é o meu caminho".

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.