quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Davidson Magalhães defende continuidade da Caixa Econômica Federal em Canavieiras e redução da taxa da Embasa;Um apoio à iniciativa de Franklin Silva

O funcionário público municipal de Canavieiras,Franklin Silva,tem conseguido chamar à atenção de autoridades e da população,através de suas lutas e movimentos,sempre visitando os bairros e atraindo cada vez mais apoios,conforme mostra a matéria a seguir:
O deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB) defendeu, nesta terça-feira (28), a continuidade do funcionamento da única agência da Caixa Econômica Federal (CEF) em Canavieiras, no sul da Bahia. Durante pronunciamento no plenário da Câmara, o parlamentar classificou a possibilidade do fechamento da agência como “absurda”, afirmando que a medida penaliza o município.
No dia 13 de novembro deste ano, o Sindicato dos Bancários de Ilhéus e região, que atua em Canavieiras, recebeu a informação de que a diretoria da CEF teria decidido fechar o banco no município, a partir do próximo dia 15 de dezembro. Davidson, em seu discurso, se colocou como parte integrante na luta contra o encerramento da agência e ressaltou a iniciativa do vereador Ricardo Dantas, que convocou uma audiência pública para esta quarta-feira (29) sobre a questão, com a participação do sindicato bancário. 
O banco público é o principal patrocinador de programas sociais na região. Além disso, existe a ameaça de demissões, fato que pode aumentar o desemprego e afetar a economia local. Diante do contexto, o deputado federal declarou estar “associado a essa luta pela manutenção da Caixa Econômica em Canavieiras”. 

Embasa – Ainda em sua fala, o parlamentar também abordou outra questão que tem incomodado a população canavieirense: a cobrança da taxa de 80% da conta de água para o tratamento de esgoto, sendo que grande parte do município não usufrui desse serviço.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.