sábado, 15 de abril de 2017

LÍNGUA PORTUGUESA



VIVE ÀS CUSTAS DO GOVERNO. O leitor quer saber se a expressão está correta. Apesar de muito dita e ouvida, não. Custas (plural) significa despesas judiciais: Ele pagou as custas do processo. Em outras ocasiões, usa-se “à custa de”: Viver à custa do governo não dá dignidade ao cidadão. Parlamentares fazem concessões à custa da honra, pessoal e política. Procure evitar esse erro gramatical muito comum entre pessoas descuidadas da boa linguagem portuguesa.(Paulo Roberto – jornalista e professor)

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.