quinta-feira, 2 de junho de 2016

Bolsa Família: pelo menos 700 mil fraudes

O ministro Osmar Terra só confirmou a O Antagonista o reajuste do Bolsa Família porque ele sabe que pelo menos 5% das famílias cadastradas no programa deverão ter o benefício cortado após o pente-fino em andamento.
Em apenas duas reuniões, o grupo que está vasculhando os cadastros já suspeita que, no mínimo, 700 mil famílias (5% do total) não têm direito a receber o benefício. São aposentados, funcionários públicos e até empresários que declararam ao governo não terem renda para garantir uns trocados do PT.
"Todo mundo conhece um caso de alguém que está fraudando (o Bolsa Família). Não posso falar em números fechados agora, porque vão dizer por aí que eu vou cortar o programa. E eu não vou. Nós vamos limpar o programa", comentou o ministro.
Com as fraudes escancaradas, o governo de Michel Temer espera ter mais tranquilidade para fazer o reajuste dos valores pagos a quem, de fato, tem direito à bolsa.

Estão envolvidos no pente-fino técnicos dos ministérios do Desenvolvimento Social e do Planejamento, apoiados pelo INSS, pelo Ministério Público Federal e pelo Tribunal de Contas da União.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.