terça-feira, 4 de agosto de 2015

Clube abandonado é de responsabilidade da prefeitura

Em 1998 Almir Melo começou a construir uma nova sede para o Clube Social de Canavieiras. Pouco antes, ele demolira a sede própria que o clube tinha na Praça São Boaventura e passou o terreno ao Judiciário baiano, que construiu no local o Fórum Ministro Pedro Santos. 
Nos dois últimos anos daquele mandato (1997/2000) Almir abandonou a obra. Em seguida ele perdeu três eleições sucessivas para prefeito – em 2000 foi derrotado por Boinha e em 2004 e 2008 por Zairo. 
Retorno à prefeitura sem cumprir a palavra 
Finalmente, ao retornar à prefeitura em 2013, Almir garantiu que agora sim, Canavieiras voltaria a ter o seu clube. Só que já foram embora 2 anos e meio do seu atual mandato e a obra continua abandonada. 
Na área onde há 17 anos começou a construir o clube, que era um manguezal que ele aterrou, Almir continua anunciado que construirá o Parque Recreativo Luiz Eduardo Magalhães. 
Ele não tem feito nenhuma referência, porém, à sua velha promessa de que “Canavieiras voltará a ter seu clube”. Pelo contrário, o “esqueleto” da obra que ele iniciou 17 anos atrás continua abandonado. 
Construção em 1982 e demolição em 1998 
O prédio demolido por Almir havia sido construído em 1982, ao final de uma memorável campanha liderada pelo então presidente Carlos Medrado, o Medradão. 
Centenas de pessoas colaboraram com a construção e cerca de 100 delas se tornaram sócias proprietárias e, as demais, sócias contribuintes. 

Foi questionado na época que a prefeitura teria que indenizar os sócios proprietários. Almir disse que estava impedido legalmente de fazer essa indenização, mas que com certeza, como prefeito, construiria o novo prédio, o que não fez até hoje. 

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.