segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

ILEGALIDADE:Cobrança de consumação mínima prejudica o turismo em Porto Seguro

A ganância de alguns comerciantes de Arraial D’Ajuda e a omissão do setor de Serviços Públicos da prefeitura de Porto Seguro estão prejudicando o destino turístico que atrai milhares de visitantes por conta das belas praias, além da atmosfera romântica do vilarejo. 
Barracas de praia e alguns restaurantes estão cobrando taxa de consumação mínima, prática ilegal que espanta o consumidor (leia-se turistas). Basta a prefeitura aplicar duas ou três multas pesadas para coibir a ilegalidade. Mas a Secretaria Municipal de Serviços Públicos faz de conta que nada está acontecendo.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.