segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Com cerca de 30 concorrentes, pregão presencial do lixo em Eunápolis acaba em pancadaria

Uma cena lamentável ocorreu no pregão presencial para contratação de máquinas e equipamentos para o serviço de coleta de lixo pela prefeitura de Eunápolis, na manhã desta segunda-feira, 29 de janeiro. 
Um dos empresários presentes, Isaac Boaventura, da empresa Katharina, foi agredido com uma cadeira diversas vezes por um dos concorrentes, que seria ligado à empresa Construpolli, segundo a vítima. Apesar de convidado pelo prefeito, o Ministério Público ainda não compareceu ao pregão.  
Isaac disse ao Bahia40graus que não aceitou o fato do concorrente (agressor) estar preenchendo e assinando documentação depois de iniciado o pregão, em cima da mesa do certame, aos olhos inclusive da pregoeira e equipe da licitação. A vítima procurou a delegacia de Polícia para registrar Boletim de Ocorrência e fazer corpo de delito. 
Atualmente a coleta de lixo em Eunápolis é feita por contrato emergencial com máquinas da Construpolli. 

O último empresário que prestou serviço no setor na cidade, James Mascarenhas, foi preso em Itaberaba, em novembro do ano passado, durante a Operação Fraternos, sendo liberado, mas teve os bens bloqueados. Ele aguarda em liberdade o desfecho da Operação, que também afastou o prefeito Robério.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.