sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Corrida da morte: taxista de Camacan encontrado morto; suspeitos são identificados


 O desaparecimento do taxista Alex Cruz Ferreira, de 38 anos, teve, infelizmente, um desfecho trágico. O corpo da vítima, sequestrada por um casal de “passageiros” na tarde de ontem (14), foi encontrado na tarde desta sexta-feira (15), em Ouricana, uma vila de Canavieiras. Alex foi executado com vários tiros. Ainda não se sabe os motivos de tamanha violência. Os suspeitos já foram identificados, graças às imagens de câmeras de monitoramento. O taxista Alex Cruz Ferreira, com ponto fixo na Avenida Dr. João Vargens, centro de Camacan. 
Ainda não se sabe os motivos de tamanha violência. Os suspeitos já foram identificados, graças às imagens de câmeras de monitoramento. Os principais suspeitos já foram identificados pelas autoridades como sendo Alisson Vinhas, vulgo "Biri" e sua comparsa conhecida por Iná, eles são considerados foragidos da justiça também por outro crime na cidade de Porto seguro.
Alex trabalhava na Avenida Dr. João Vargens, no centro de Camacan. O táxi, um Prisma prata, de placa PJI-7649,foi localizado em Eunápolis. Segundo ainda informações de fonte deste blog,ao perceberem a presença da polícia o casal fugiu por um matagal e,desta vez ,já havia uma terceira pessoa acompanhando os criminosos.''-Biri, responde por tráfico de drogas em Porto Seguro e Alcobaça e, estava solto graças a um habeas corpus,''completou uma fonte nossa
Quem tiver informações sobre o paradeiro do casal, pode ligar para 190 ou 197 da polícia, e também para os telefones (73) 999413008 e  (73) 982122627.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.