quinta-feira, 15 de junho de 2017

Duplicação da BR 101 no extremo sul não sai da gaveta

   Foto/Giro de Notícias
Prometida nos palanques das campanhas eleitorais da última década até por ministro dos Transportes, a duplicação da BR 101 no extremo sul da Bahia não sai da gaveta. Enquanto isso, o fluxo de veículos aumenta a cada dia, com grande risco aos motoristas. O turismo e o desenvolvimento locais ficam prejudicados. Diariamente trafegam na rodovia federal milhares de carretas, caminhões, ônibus interestaduais e intermunicipais, além de muitos carros de passeio e motos. A rodovia liga o Nordeste ao sul do país. Com pista única, sinalização e manutenção precárias, a viagem pela BR 101 no extremo sul baiano se torna uma aventura perigosa e muitas vezes morosa.  

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.