quarta-feira, 19 de outubro de 2016

LIXÃO DE CAMACAN :Imagens que, Fala Sério, nos deixam envergonhados;UM GRANDE DESAFIO AO PREFEITO ELEITO OZIEL DA AMBULÂNCIA (PSD)

     
 Localizado BA 251, Camacan – Pau Brasil  km 02 é uma triste realidade.
Catadores e urubus disputam o lixo em na maioria dos municípios de nossa região. A cena é triste. Um local onde deveria funcionar um aterro sanitário em Camacan (BA). Os animais querem os restos de comida e os trabalhadores buscam o material que pode ser reciclado.
Sem luvas e sem as mínimas condições de trabalho, os catadores se arriscam em meio a todo tipo de lixo hospitalar, que está misturado ao lixo comum.Seringas e outros materiais também são facilmente encontrados no local.UM GRANDE DESAFIO AO PREFEITO ELEITO OZIEL DA AMBULÂNCIA (PSD).
O lixo pode ser reciclado e se transforma em nova mercadoria rentável. Em suma, este trabalho objetiva, a partir de uma pesquisa quali-quantitativa, ressalvar a “árdua” realidade dos catadores de resíduos sólidos frente ao descaso social e político, onde estes últimos têm fomentado muitos riscos à saúde de uma “sociedade pobre” que sobrevive do que é rejeitado (lixo) pelas classes mais favorecidas economicamente.
Palavras-Chave: exclusão social, saúde pública, e condições de trabalho.
É preciso DAR UM NOVO DESTINO ,o que não pode é permanecer onde está! 
Prevenção de lixo compreende:
1. Atividades que previnam completamente a geração de lixo;
2. Redução do uso de substãncias químicas nocivas e perigosas, e;
3. Reutilização de produtos para o mesmo ou diferente propósito.

A separação de lixo reciclável não é necessariamente o mesmo que prevenir o lixo na fonte, embora também ajude a diminuir a quantidade de lixo que será disposta nos lixões.
Mais de 90% dos recursos naturais utilizados na fabricação de produtos e alimentos se tornam lixo e necessitam ser aterrados na atual situação.
Pior que isso é que nossa região tem uma imensa riqueza hidromineral ameaçada pela degradação ambiental,poluição do solo e principalmente pelo chorume produzido no lixão.

Nessa canção * Zé Ramalho destaca a importância do urubu para a recuperação do meio ambiente, na imagem podemos ver que mesmo com a “ajuda” ou “concorrência” dos seres humanos ainda temos nos lixões um problema difícil de ser resolvido. A Natureza não dá conta de tanto descaso. Fala sério, vamos refletir sobre essas imagens.
*A natureza
A natureza
O que prende demais minha atenção
É um touro raivoso numa arena
Uma pulga do jeito que é pequena
Dominar a bravura do leão
Na picada ele muda a posição
Pra coçar-se depressa com certeza
Não se serve da unha nem da presa
Se levanta da cama e fica em pé
Tudo isso provando quanto é
Poderosa e suprema a natureza
A natureza
A natureza
Admiro demais o beija-flor
Que com medo da cobra inimiga
Só constrói o seu ninho na urtiga
Recebendo lição do Criador
Observo a coragem do condor
Que nos montes rochosos come presa
Urubu empregado na limpeza
Como é triste a vida do abutre
Quando encontra um morto é que se nutre
Quanto é grande e suprema a natureza
A natureza
A natureza
A natureza

A abelha por Deus foi amestrada
Sem haver um processo bioquímico
Até hoje não houve nenhum químico
Pra fazer a ciência dizer nada
O buraco pequeno da entrada
Facilita a passagem com franqueza
Uma é sentinela de defesa
E as outras se espalham no vergel
Sem turbina e sem tacho fazem mel
Como é grande o poder da natureza
A natureza
A natureza
A natureza
A natureza
Não há pedra igualmente ao diamante
Nem metal tão querido quanto o ouro
Não existe tristeza como o choro
Nem reflexo igual ao de um brilhante
Nem comédia maior que a de Dante
Nem existe acusado sem defesa
Nem pecado maior que avareza
Nem altura igual ao firmamento
Nem veloz igualmente ao pensamento
Nem há grande igualmente à natureza
A natureza
A natureza
A natureza

Tem um verso que fala da maconha
Que é uma erva que dá no meio do mato
Se fumada provoca o tal barato
A maior emoção que a gente sonha
A viagem às vezes é medonha
Dá suor dá vertigem dá fraqueza
Porém quase sempre é uma beleza
Eu por mim experimento todo dia
Se tivesse um agora eu bem queria
Pois a coisa é da santa natureza
A natureza
A natureza
A natureza
A natureza

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.