segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Ilhéus quer produção orgânica de cacau

Ilhéus continua na liderança da produção de cacau na Bahia. Segundo o secretário Sebastião Vivas, a proposta é que, através de novas tecnologias, os cacauicultores possam participar de uma nova fatia do mercado.

É a de amêndoas orgânicas indicadas para a produção do chamado chocolate de origem. “A partir de agora, nossa proposta é contribuir para que ocorra uma mudança de paradigma na cacauicultura".

"Queremos que os produtores adotem um novo ritual no manejo das amêndoas de cacau. Ou seja, um cuidado todo especial para que, no futuro, seja possível dobrar os preços praticados por cada arroba".

O secretário lembra que, no mercado mundial hoje, o cacau orgânico é hegemônico. “Em virtude do cultivo não ser marcado pela utilização de fertilizantes, herbicidas ou pesticidas sintéticos, ele acaba gerando alta qualidade".


"Outro diferencial é a utilização de sementes de cacau altamente selecionadas, o que resulta em um processo de fabricação de chocolate orgânico e ligado a uma alimentação mais saudável".

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.