segunda-feira, 25 de abril de 2016

Camacan: Homem é assassinado a golpes de facão e jogado na Via Bagó

GEDSC DIGITAL CAMERA
O corpo da vítima foi jogado na Fazenda Estrela dentro de um lago, onde passa uma ponte. Imagens / Gabriel Araújo – O Tempo Jornalismo
Um trabalhador rural de prenome Berg, de aproximadamente 36 anos, foi brutalmente assassinado na madruga deste domingo (24), na região da via Bagó zona rual de Camacan. O corpo foi achado por trabalhadores rurais nas dependências da Fazenda Estrela do Sul, dentro de um córrego onde passa uma ponte. O corpo da vítima apresentava graves ferimentos na cabeça, rosto e no ouvido do lado direito .
De acordo com o perito criminal do Do DPT, Robson Lincon, o maxilar da vítima apresentava uma lesão, como se estivesse quebrado.
A bainha estava na cintura, porém sem o facão, o que leva a crer que a vítima provavelmente pode ter sido foi morta com o próprio instrumento de trabalho.Uma questão que chama a atenção das autoridades policiais, é que outro homem identificado como Ronaldo da Silva de Jesus, 36 anos, foi morto com as mesmas características no distrito de Leoventura na madrugada deste domingo. Segundo ainda informações, as duas vítimas tinham uma coisa em comum: Faziam parte de um assentamento de um assentamento de sem terra (MST) na Fazenda Lajedo, no município de Camancan.Apesar de um corpo ter sido encontrado há mais de 10 km, um do outro, a forma como foram assassinados, possuem a mesma semelhança, porém a polícia ainda não sabe precisar se os dois homicídios tem a mesma ligação. . Marcas de sangue,foram encontradas em locais distantes de onde o corpo estava, o que reforça a tese que o trabalhador foi morto em outro local e desovado no lago.
GEDSC DIGITAL CAMERA
O corpo estava trajado de calça de trabalho, borracheira, mas a bainha estava sem o facão.
O produtor rural Gilberto Almeida Rocha, disse à reportagem do Portal O Tempo Jornalismo, que há dois dias, a vítima teria lhe procurado pois tinha interesse em trabalhar em suas terras. Segundo o produtor, o homem disse que estava desempregado e que precisava do serviço. O produtor afirmou que a vítima começaria na colheita da seringa na manhã desta segunda-feira (25), na Fazenda São João de sua propriedade, que fica às margens da estrada vicinal da via Bagó.
O Departamento de Polícia Técnica de Itabuna (DPT), esteve no local ladeado da Polícia Civil, onde fez o levantamento  cadavérico. O corpo foi transferido para Itabuna, para ser necropsiado. Este é mais um quebra-cabeça que a polícia civil  vai ter que desvendar. Este é o segundo homicídio registrado no município em menos de 24 horas.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.