terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

ADAB SE REÚNE COM A SAMAT PARA FALAR SOBRE O COMÉRCIO DE CARNE EM ARATACA.


Em reunião com ADAB, Vigilância Sanitária, SAMAT (Secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Turismo) e açougueiros, ocorrida no dia 12 de janeiro em nossa cidade, o Sr. Fernando Vargens, gerente regional da ADAB, apresentou os números de animais comercializados em nosso município e orientou os magarefes para que haja uma preocupação com o ambiente em que o animal é abatido. O Sr. Fernando explica que deve haver um cuidado para que o abate ocorra em ambiente apropriado, para evitar problemas com a saúde da população e respeito ao meio ambiente. “[...] Certamente, nesse sentido, o município receberá alguma espécie de fiscalização por parte do Estado” reforça o Sr. Fernando. 
Na intenção de termos um produto de qualidade e respeitando a legislação, o vereador Veinho, que também é açougueiro na cidade, se mostrou solidário à causa e se colocou à disposição para ajudar, no que for necessário. Esse certamente é um grande apoio para todos os açougueiros de nossa cidade. Pois haverá um trabalho conjuntos do poder legislativo e executivo, buscando a satisfação da população.
O prefeito Ferlú, diante dessa atual situação, através do trabalho no CIMA (Consórcio Intermunicipal da Mata Atlântica), onde ele é o secretário executivo, busca uma solução para o problema da qualidade da carne comercializada em nosso município. Assim nesta quinta (04), foi realizada uma visita do CIMA ao frigorífico de Itabuna, com o objetivo de buscar uma parceira, para que eles possam receber os animais de nossa cidade para o abate legal e possa tranquilizar os profissionais e população que dependem da carne comercializada em nossa cidade. Estamos trabalhando para que a cidade possa usufruir de uma qualidade de vida ainda melhor.
Prefeitura de Arataca, unidos pelo progresso...
SAMAT, Por uma cidade mais saudável!

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.