quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

A força do Legislativo

Se o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, não tivesse errado tanto, estaríamos assistindo a um dos momentos mais interessantes da política brasileira dos últimos tempos. Com sua independência, Cunha desnuda o Executivo, mostra a força que o Legislativo não sabia que tinha. Estávamos acostumados a ver a Casa do Povo caminhar de cócoras, à espera do que o seu mestre (o Palácio do Planalto) mandasse. Cunha rompeu com essa lógica, deixou de beijar o manto presidencial e deixa todos estupefatos.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.