terça-feira, 17 de novembro de 2015

Secretário lamenta perda da Pfem e atribui violência à fragilidade da lei


Após o sepultamento da policial militar Dulcineide Bernadete Souza, 44 anos, assassinada enquanto trabalhava em um posto médico no bairro de Pituaçu, o secretário de segurança pública da Bahia, Maurício Teles Barbosa fez um rápido pronunciamento na saída do cemitério Bosque da Paz, na tarde desta terça-feira (17).
 
Ele lamentou a perda e disse que é preciso revisar a lei, uma vez que os suspeitos do assassinato da policial seriam reincidentes e voltarem a delinquir. Apesar de compreender a revolta dos colegas da PM, o gestor da segurança disse que a polícia tem que ser forte e emergencial, "mas agir na legalidade, para que não seja igualada aos criminosos".
 
O comandante geral da PM, coronel Anselmo Brandão acompanhou o sepultamento da policial. 

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.