terça-feira, 20 de outubro de 2015

Após assembleia, bancários rejeitam proposta e decidem seguir em greve

Após assembleia, bancários rejeitam proposta e decidem seguir em greve
Foto: Reprodução / UOL
Em greve há cerca de duas semanas, os bancários decidiram continuar com a paralisação após rejeitarem a proposta de reajuste salarial oferecida pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), na tarde desta terça-feira (20). De acordo com o sindicato da categoria, os empresários retiraram um abono de R$ 2,5 mil, previsto no acordo anterior.
Os bancos ofereceram 7,5% de reajuste, o que foi rejeitado pelos trabalhadores, que pleiteiam um aumento de 16%. O valor representa a inflação do período, de 9,88%, mais ganho real de 6,12%. Outra das exigências dos bancários ainda exigem o fim das demissões e a ampliação do quadro de funcionários para desafogar as agências, melhores condições de trabalho, fim das metas, e investimento em segurança. 

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.