segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Em Camacan,filha procura mãe após mais de 45 anos sem contato;Veja Vídeo


Em Camacan uma filha procura pela mãe que não vê há mais de 45 anos.Valdelice Lima de Jesus,de 62 anos,é natural da cidade de Camacan,no Sul da Bahia,mas vive no município São Sebastião do Passé há mais de 45 anos.Valdelice que tem como pai o senhor João Ludovico dos Santos(falecido),sabe que a mãe,dona Maria Lima de Jesus,morava à época  na Rua São João,era feirante(vendia mingau,café,cachaça de folhas,etc)em uma feira tradicional da cidade naquele tempo.
Por conta das questões financeiras precárias de Maria Lima de Jesus,em Camacan,no Estado da Bahia,a filha Valdelice(com 16 anos)trabalhava em uma roça de cacau,posteriormente um senhor de nome Reginaldo,vizinho da família,ofereceu-se para ajudar e que ele arrumaria um trabalho para a menina em Salvador.CONFIRA UM POUCO DA HISTÓRIA NESTE VÍDEO:
“Nós nos separamos há muito tempo.O acordo inicial é de que quando eu chegasse em Salvador,iria trabalhar em um restaurante,mas fui enganada e levada para São Sebastião do Passé,no entanto,questões da vida nos afastaram ainda mais e perdemos o contato”,afirma Valdelice.
Ela conta ainda,que deixou dois irmãos, que ela só se lembra de chamar ‘’ZEZÉ E ROQUE’’.
Quem tiver alguma informação pode entrar em contato com Thatiane Thaty,filha de dona Valdelice  pelo seu perfil no Facebook Thatiane Thaty ou ainda pelo WhatsApp 47 9292-0517 ou pelo celular 75 9 8865-8361 ou pelo Facebook Valdelice
SE VOCÊ tem alguma denúncia ou algo importante  e quer contar pra todos,colabore com a reportagem do BLOG PAULO JOSÉ e envie seu material para o e-mail: fvpaulojose@gmail.com

ADICIONE nosso WhatsApp 73 9 9941-5577


0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.