terça-feira, 19 de junho de 2018

Juiz decreta prisão dos ''religiosos'' que mataram a pastora Marcilene e sua sobrinha


Nesta segunda-feira (18),o Juiz Reno Viana,da Vara do Júri e Execuções Penais de Vitória da Conquista, decretou novamente a Prisão Preventiva dos religiosos Edimar da Silva Brito,Fábio de Jesus Santos e do Vigilante Adriano Silva dos Santos, em decisão de pronúncia que determinou que todos eles sejam julgados pelo Tribunal do Juri.
Eles são acusados dos assassinatos da Pastora Marcilene Oliveira Sampaio e da sobrinha dela Ana Cristina Santos Sampaio,crimes acontecidos em 19 de janeiro de 2016.
Segundo o Promotor de Justiça José Junseira, que assinou a Denúncia contra os acusados, o motivo dos crimes teria sido “a saída de vários fiéis da igreja de Edimar para seguir a vítima”. 
Em 2017, por determinação do Tribunal de Justiça da bahia, através da sua Primeira Câmara Criminal, Edimar da Silva Brito e Fábio de Jesus Santos foram soltos e a condenação do Vigilante Adriano Silva dos Santos a 30 anos de reclusão foi anulada.
Por força da decisão desta segunda-feira, Fábio e Adriano já estão presos em Vitória da Conquista. Edimar encontra-se foragido.
Fonte:Blitz Conquista

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.