segunda-feira, 13 de novembro de 2017

O que vai pela política de Canavieiras – 2

Entre o céu eo inferno
Qual dos nossos ex-prefeitos conserva mais prestígio? Almir, Boinha ou Zairo? Ou seria mais adequado perguntar qual deles anda mais enfraquecido?
Zairo é quem teria sofrido menos desgaste, mesmo não podendo se candidatar tão cedo por ter tido contas rejeitadas. Mas se ACM Neto for o próximo governador, avalia-se que ele se mantenha ativo e bem prestigiado.
Quanto a Almir, salta aos olhos que o prestígio dele murchou de vez. O ex-todo-poderoso despencou para um desonroso 3º lugar ao tentar a reeleição e, como se isso fosse pouco, está com o seu chefe Geddel guardado na Penitenciária da Papuda.
Boinha, bem… Boinha, maior fenômeno popular nos últimos 40 anos, tantas aprontou que já desceu à sepultura política. 
Tribuna inócua
Admite-se que alguém seja contra o projeto Tribuna Livre, que abre a câmara para quem não é vereador fazer uso da palavra tratando de tema de interesse da comunidade.
Se quem é contra a Tribuna Livre é vereador, aí pode-se interpretar como sendo medo de concorrência ou falta de profundidade na análise do assunto.
Tribuna Livre é daquelas ideias democraticamente perfeitas, que postas em prática têm tudo para  dar em nada, isto é, são totalmente inócuas. 
Exceção entre inúteis
É lamentável que ao longo dos anos Canavieiras venha ajudando,com votos,a dar boa vida a tanto deputado improdutivo, seja estadual ou federal.
Entre os do passado recente e os de tempos mais atuais, e inúteis, duvidosos, imprestáveis ou simplesmente ausentes, cita-se Fábio Souto, Leur Lomanto, Carletto, Antônio Osório, Virginia Hage, Geraldo Simões, Tom Araújo, Félix Mendonça, Paulo Magalhães, Alice Portugal, Roland, Targino, Fernando Gomes, Eduardo Salles, Bebeto e tantos outros, inclusive os irmãos metralha Geddel e Lúcio.
Honrosa exceção é a deputada Angela Souza, a Irmã Angela, bastante ativa e eficiente na defesa de nossas causas e sempre presente na cidade com prestígio. 
Ao gosto do povão
Aproxima-se o fim do primeiro ano de seu mandato e o prefeito Dr. Almeida mantém prestígio popular elevado, o que é raro por aí a fora.
Sabe-se que Dr. Almeida entrou na campanha como uma espécie de azarão e o povo o fez vencedor, isso é inquestionável.
Mesmo com algumas práticas administrativas discutíveis, algumas tidas até como temerárias, sua gestão tem obtido muitos resultados positivos, aliás, bem ao agrado do povão.
E olhe que ele recebeu uma prefeitura com débitos de precatórios que vão até 2030 e muitos outros pepinos que estão abocanhando todo mês boa parte da receita. 
Esquecido e lembrado
Nosso primeiro prefeito, Antônio Salustiano Viana,é um ilustre esquecido em nossa cidade. Não tem seu nome identificando nada em Canavieiras, seja prédio público ou rua, beco…
Ele foi prefeito quatro vezes e uma vez deputado. Já Osmário Cavalcante Batista, prefeito duas vezes e uma vez deputado, teve o nome dado ao primeiro ginásio da cidade, hoje um dos maiores colégios, e também a uma avenida importante.

O médico Salustiano era de Cachoeira. Já o agricultor Osmário era natural de Esplanada.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.