segunda-feira, 1 de maio de 2017

1º DE MAIO - PROFESSOR OTONIEL CASSEMIRO COMPLETARIA 60 ANOS;conheça sua história de vida.

        OTONIEL MENDES CASSIMIRO NETO (1957/2013): A QUEDA DE UM VALENTE
Em 1975, um dos meus mais brilhantes alunos se propunha a estrear na política. Era muito jovem, com apenas 18 anos, quando se fi liou ao Movimento Democrático Brasileiro – MDB. Candidatou-se a vereador e foi eleito aos 19 anos de idade, sendo então, ao que se sabe, o mais jovem vereador do Brasil, para o período de 1977 a 1982, na primeira administração de Almir Melo.
Era Otoniel Mendes Cassimiro Neto (1957- 2013), o fi lho de Clery Nery Cassimiro e Raimunda Cassimiro, nascido no dia 1º de maio de 1957. Descendente de uma linhagem simples, mas tradicional, foi o primeiro membro da família a se envolver com a política partidária. Desde cedo, revelara- se uma pessoa comprometida com os estudos e com espírito de liderança. No Colégio Estadual Osmário Batista, foi presidente do Grêmio e defendeu os interesses da classe junto às autoridades. 

Depois da primeira experiência como vereador, foi reeleito para a legislatura seguinte (1983-1988), na administração de Boaventura Cavalcante, agora pelo PDS. No segundo governo de Almir Melo (1989-1992), foi novamente eleito, sendo o mais votado na sede do município.
Na Câmara Municipal, onde aprendeu, segundo ele mesmo, do mestre Altamirando de Carvalho Filho, revelou-se grande articulador e, no exercício de sucessivas legislaturas, desempenhou diversas funções, com dedicação e competência reconhecidas por seus pares. Foi primeiro e segundo secretário, líder da bancada do PDS, líder da bancada do PTB e três vezes presidente da Casa, o primeiro entre os iguais.
Eleito prefeito municipal, tomou posse em 01 de janeiro de 1993, para o período de 1993 a 1996, sendo sua administração identificada pela marca Governo da Esperança. Após deixar a administrção do município, voltou ao Legislativo para os períodos de 2001 a 2004 – no segundo governo de Boaventura Cavalcante – e de 2005 a 2008 – no governo de Zairo Loureiro – e pela 6ª vez no período de 2009 a 2012.
Suas principais características, como eloqüente tribuno, eram o debate e o diálogo produtivos aliados a um grande zelo pela ordem e pela disciplina. Participou de diversos eventos políticos: seminários, simpósios e congressos. Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela antiga FESPI, hoje Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC, era inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil, Seção do Estado da Bahia, sob nº 10.925, e atuava nas áreas do Direito Civil e Direito Penal.
Embora advogado atuante e respeitado, a política e a educação eram suas duas grandes paixões, havendo atuado por 34 anos como professor de História no Colégio Estadual Osmário Batista – CEOB, seis vezes vereador e uma vez prefeito. Além disso, foi vice-diretor e diretor do CEOB, diretor administrativo do Hospital Regis Pacheco e presidente da Filarmônica Dois de Janeiro.
De sua união com Jocélia Maria Santiago Magalhães, foi pai de um casal de fi lhos. Estudante brilhante, advogado competente, político atuante, professor comprometido – intelectual de ponta - foram estas as características que o habilitaram ao ingresso na Academia de Letras e Artes de Canavieiras – ALAC, no dia 05 de março de 2006, quando passou a ocupar a Cadeira nº 20, área política, que tem como patrono Altamirando de Carvalho Filho, de quem se dizia discípulo e admirador.
No dia 23 de março de 2013, Otoniel deixou de existir, ainda muito cedo, como pessoa física, mas permanecerá pelo transcorrer dos tempos, enquanto memória viva do município de Canavieiras.
 Autor: Durval Pereira da França Filho,professor,historiador e escritor.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.