terça-feira, 11 de abril de 2017

Deputado apresenta reforma trabalhista que permite até 12 horas de trabalho por dia

O deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), relator da reforma trabalhista na Câmara, apresentará nesta terça-feira (11) seu relatório final à bancada tucana na Câmara.
A proposta altera mais de cem artigos da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), na qual cria duas modalidades diferentes de contratação: a de trabalho intermitente e o chamado teletrabalho. O primeiro diz respeito à contratação por jornada ou hora de serviço, já o segundo regulamenta o “home office”.Além disso, o texto do parlamentar prevê o fim do imposto sindical. O projeto, que no dia 19 vai a plenário, ainda cria garantias contra a terceirização. Evita, assim, que uma empresa demita um trabalhador para contratá-lo como prestador de serviço.A proposta do tucano prevê também – e esse é um dos pontos mais polêmicos de todo o texto – que empregador e trabalhador possam negociar a carga de trabalho, num limite de até 12 horas/dia e 48 horas semanais.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.