quarta-feira, 4 de maio de 2016

PAU BRASIL: 04 delegados, 68 agentes civis e 17 viaturas, cumprindo mandados de prisões


A operação mobilizou 04 delegados, 68 agentes civis e 17 viaturas, cumprindo mandados de prisões, buscas e apreensões,de ordem do Juiz Eros Cavalcante,da Comarca de Camacan.

Uma mega operação deflagrada por volta das 06:00 h da manhã desta quarta-feira (4),em Pau Brasil, mobilizou três delegados de Itabuna e um de Camacan, cumprindo mandados de prisões, buscas e apreensões,de ordem do Juiz Eros Cavalcante da Comarca de Camacan.
A ação prendeu 16 pessoas,sendo 03 mulheres,02 menores e 11 homens, todos acusados de associação,tráfico de droga e porte ilegal de armas de fogo.Batizada como“P.Brasil”,a operação comandada pelo Delegado Francesco da Silva Santana, envolveu 17 viaturas e 68 agentes civis.Os envolvidos, foram conduzidos para a Delegacia de Camacan,onde estão custodiados provisoriamente.A ação envolveu agentes civis de Camacan, Mascote, Pau Brasil e Itabuna.

Entre as prisões,02 menores apreendidos,com decretação de internação provisória. A operação ocorreu no centro da cidade e no Bairro Genádio Andrade. Um verdadeiro arsenal foi encontrado com os conduzidos: Revolveres, espingardas, escopetas, um fuzil calibre 762, além de dinheiro, celulares e centenas de munições de grosso calibre.
Segundo as autoridades policiais responsáveis pelo caso, estas detenções darão início a uma nova fase investigativa, pois existe muita gente envolvida.
Foram presos: Claudia Pereira da Silva,Gilvan de Jesus Nascimento, Janeide  da Silva Dias, Cleber Nascimento dos Santos, José Roque Viera do Nascimento, Robson Vieira do Nascimento, Girlon Santos Silva, Carlos Fernando Fárias Ribeiro Cardoso, Tiago Dias dos Santos, José Carlos Cardoso filho (Xangai), e Jeanderson Sérgio Brito dos Santos. Este último é foragido do conjunto penal de Itabuna, pois foi beneficiado com o induto natalino, mas não retornou ao presídio para cumprir sua pena.
Todos os citados tinham prisão decretada pela Justiça da Comarca de Camacan. O  delegado Franceso Denis,formalizou os inquéritos policiais  e nas próximas horas estará remetendo par a apreciação  da Justiça da Comarca de Camacan.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.