segunda-feira, 2 de maio de 2016

Opções para contornar o bloqueio de WhatsApp

Créditos: Reprodução/Internet
Por determinação da Justiça de Sergipe, as operadoras de telefonia bloquearam mais uma vez o aplicativo WhatsApp por volta das 14 horas desta segunda-feira (2). A suspensão deve durar 72 horas, segundo ordem do juiz Marcel Montalvão, o mesmo que no começo de março mandou prender o vice-presidente do Facebook na América Latina, o argentino Diego Jorge Dzodan.

Segundo o WhatsApp, a decisão "pune mais de 100 milhões de brasileiros que dependem do serviço para se comunicar e administrar os seus negócios. Por isso, nós da Rádio Sociedade separamos aplicativos de mensagens que servem de alternativa para quem precisa se comunicar e substituir o aplicativo inátivo temporariamente.
Telegram (https://telegram.org/): O app disponibiliza funções de troca de mensagens de texto, imagens e vídeos. O grande diferencial da plataforma é a possibilidade de enviar documentos em doc, pdf e vários outros formatos.
Line (line.me/pt-BR): O software concede a oportunidade de trocar mensagens de voz e de texto.
WeChat (www.wechat.com/pt/): Além da trocar mensagens de texto, imagens, chamadas de voz e de vídeo, é possível passar o tempo com jogos disponíveis na plataforma. Boa pedida para quem quer conhecer gente nova, o programa tem a função "Olhar ao Redor", que localiza pessoas próximas.
Facebook Messenger: Comunicador instantâneo que está diretamente ligado ao Facebook, mesmo sendo um app a parte. Por ele é possível trocar mensagens de texto, voz e emoticons divertidos, porém só é possível conversar com pessoas que tenham conta na rede social.
Versões para Android (http://goo.gl/2BBla1), iOS (http://goo.gl/f7KSUU) e WindowsPhone (http://goo.gl/TlnEv3)

Viber (https://www.viber.com/pt/): O aplicativo também permite troca de mensagens, vídeos e imagens. A principal vantagem do app é a possibilidade de fazer chamadas de áudio e vídeo com qualidade de som HD.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.