sábado, 23 de abril de 2016

OMS recebeu notificações de casos de Zika por relação sexual

Organização Mundial da Saúde (OMS) revelou que oito países enviaram notificações de casos de transmissão do vírus Zika por relação sexual. Os mais recentes são de Portugal e do Peru. Os outros alertas vieram da Argentina, do Chile, dos Estados Unidos, da França, da Itália e da Nova Zelândia. Seguindo uma recomendação da própria OMS, o ministro brasileiro da Saúde, Marcelo Castro, recomenda que as mulheres grávidas façam sexo com camisinha durante toda a gestação para se proteger do Zika. A organização internacional também confirmou que já chegam a seis o número de países que detectaram casos de microcefalia e outras malformações em recém-nascidos que podem ser relacionadas a Zika. Além do Brasil, a lista inclui Cabo Verde, Colômbia, Martinica, Panamá e Polinésia Francesa.

O Ministériao da Saúde faz um alerta: contra o Zika vírus, a principal proteção é contra o mosquito. Além de eliminar qualquer fonte de criação de mosquito de dentro de casa, a proteção com roupas de mangas longas, calças longas, meias, o uso de repelentes, portas fechadas ou teladas. Isso deve garantir uma segurança maior para gestante contra a picada dos mosquitos Aedes aegypti. De acordo com o último boletim do Ministério da Saúde, já foram confirmados mil 168 casos de microcefalia no Brasil. Desses, quase 200 tiveram relação comprovada com o Zika por meio de exames de laboratório específicos.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.