terça-feira, 19 de abril de 2016

EXCLUSIVO: FUNCIONÁRIA PÚBLICA QUE FOI SUSPENSA POR PUBLICAÇÃO EM REDE SOCIAL FALA À NOSSA REPORTAGEM

Maria Luiza Costa, funcionária da prefeitura municipal de canavieiras foi surpreendida ao chegar ao seu posto de trabalho na ultima segunda-feira (11) e descobrir que havia sido suspensa por um período de 15 dias pelo prefeito municipal Almir Melo.
A portaria assinada pelo mesmo tem como justificativa uma publicação feita pela funcionária em seu perfil da rede social (facebook) em que aparecia uma charge com rosto do prefeito numa menção à fábula Pinóquio. A motivação foi uma declaração/afirmativa do prefeito em seu programa de rádio no dia mesmo dia 08 de abril, data em a funcionária também fez a publicação, que convidava todos os funcionários da secretaria de educação a comparecer ao banco para receber seus vencimentos relativos as diferença salariais do piso nacional da educação que não vem sendo pagos desde janeiro deste ano e que segundo o próprio, já se encontravam pagos naquele mesmo dia, fato que não se consumou quando os funcionários se dirigiram a agência gerando insatisfação geral.
“Hoje, até o final da noite, todos os professores e profissionais da educação terão depositado em suas contas, a diferença do Piso Salarial.” Essa foi a afirmação do prefeito que gerou toda a polêmica.

Segundo o sindicato da categoria as providencias já foram tomadas e o gestor será notificado via justiça trabalhista e comum em breve. Ainda segundo o sindicato a atitude tomada fere aos princípios legais até mesmo da Lei usada para o ato arbitrário, além de que fere ainda a lei maior do país a Constituição Federal de 1988 que no seu artigo quinto, que abre o Capítulo I (‘Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos’) do Título II da Carta Magna, intitulado ‘Dos Direitos e Garantias Fundamentais’ no inciso IV onde está escrito é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato sendo inclusive passivo de punições rigorosas como reza os incisos destacados abaixo:

IV – é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
XLI – a lei punirá qualquer discriminação atentatória dos direitos e liberdades fundamentais.

Maria Luiza, maior prejudicada com a atitude do prefeito nos concedeu um tempo e falou de como recebeu e reagiu a notícia.

“Recebi a notícia através de um parente e só depois a diretora da escola que eu trabalho me notificou. Fiquei surpresa e muito decepcionada, pois a constituição me reserva o direito a liberdade de expressão. Meu único objetivo foi mostrar minha indignação por ter sido enganada e fiz por lutar junto a minha classe”.

Perguntada sobre quais medidas ela está tomando sobre o assunto Maria Luiza respondeu:


“Isso tudo é muito novo pra mim, ainda está recente, mas com certeza irei tomar todas as medidas de que tenho direito. O que “ele” fez foi represália política em virtude de nós estarmos sempre brigando por nossos direitos de funcionários públicos, além do mais eu não publiquei nada enquanto estava no exercício do meu dever de funcionária. Fora do ambiente de trabalho sou pessoa comum, cidadã e contribuinte. Tenho todo direito de me manifestar”.

Um comentário:

  1. Aqui os poderosos acham que pode tratar todos como capacho, mais na verdade ele esqueceu que a escravidão e a ditadura já acabou há tempo, e a justiça será feita como rege a constituição, se ele está como gestor hoje agradeça ao povo, tem que acabar com esse imperialismo, achar que é o rei da cocada preta, tem que baixar a crista e cumprir o que prometeu, ser homem para assumir seus atos e não agir como se fosse um sinhozinho do tempo do cacau, deixe de ser arrogante sr prefeito que o senhor está ai mais quem manda é o povo, aforça maior é o eleitor nunca cuspa no prato que come, não se ache soberano só porque está no poder, cuidado com a queda, o ministério publico está ai e o povo não é desformado como vós pensa, o país pede mudanças e já estamos vendo o resultado, o município também pode mudar!!!
    Uma vergonha o que tem acontecido em nossa cidade, vergonha!!!!

    ResponderExcluir

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.