quinta-feira, 24 de março de 2016

Rio Grande do Sul: ex-padre é condenado a 20 anos de prisão por estuprar menor

O ex-padre João Marcos Porto Maciel, também conhecido como Dom Marcos de Santa Helena, foi condenado a 20 anos de prisão em regime fechado, por estupro de vulnerável continuado e majorado. A decisão é do Leonardo Bofill Vanoni, da 2ª Vara da Comarca de Caçapava do Sul, na Região Central do Rio Grande do Sul, segundo matéria publicada no G1. Dom Marcos foi preso em dezembro de 2014 e era acusado de abusar sexualmente de menores entre 2007 e 2010.

De acordo com os autos dos processos, Dom Marcos ganhava a confiança de jovens e familiares, fazendo com que os menores estudassem música sob sua supervisão.

Maciel passou a ser investigado após uma reportagem da RBS TV, que mostrou um livro escrito por uma das supostas vítimas, no qual foram relatados abusos sofridos.

No dia da prisão, a Polícia Civil apreendeu um videogame, computadores, doces, dinheiro e duas armas no templo. Dois adolescentes disseram para a polícia terem sofrido abusos sexuais. Os crimes teriam ocorrido no templo durante as aulas de Dom Marcos.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.