quarta-feira, 2 de março de 2016

Novo protesto pela morte de Almiro

O prefeito de Canavieiras e a secretária de Saúde deverão ser responsabilizados criminalmente pela morte de Almiro dos Santos Sena, 45 anos, devido à falta de oxigênio na ambulância da prefeitura que o transferia para Ilhéus.
A avaliação preliminar é de advogados ouvidos sobre o caso e que estão assessorando familiares do falecido. A família de Almiro esteve na manhã de ontem na Câmara Municipal, onde houve uma manifestação pacífica de protesto contra o que foi classificado de descaso com que o setor de saúde está sendo administrado pela prefeitura.
- É muita irresponsabilidade com a vida humana, disse Edna Sena, irmã de Almiro, ao falar emocionada na tribuna da Câmara. Vários vereadores condenaram o estado caótico da saúde em Canavieiras, denunciando que o prefeito e a secretária de Saúde não estariam repassando para o hospital a verba devida.
Como já noticiado, Almiro Sena estava sendo transferido para Ilhéus quando, no meio da viagem, acabou o oxigênio na ambulância e ele veio a óbito. O trágico desaparecimento de Almiro tem sido noticiado pela Rádio Sociedade da Bahia, de Salvador, pela Regional Sul FM, de Camacã, e Stúdio FM de Canavieiras. Edna Sena concedeu entrevista também à TV Santa Cruz.
Leia também em tabuonline.com.br “Família protesta contra descaso na saúde” e “Denúncia de descaso na saúde de Canavieiras”.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.