sábado, 13 de fevereiro de 2016

"Não podemos obrigar uma mãe ter um filho com microcefalia", diz ministro

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
Durante ação contra o Aedes aegypti neste sábado (13), em Rio Branco, capital do Acre, o ministro da Cultura, Juca Ferreira, defendeu a opção de aborto em caso de fetos diagnosticados com microcefalia. "Não podemos obrigar uma mãe a ter um filho com microcefalia", disse.
Ferreira destacou que essa é a sua própria opinião em relação ao assunto. "Acho que essa rigidez sobre o aborto tem que ser revista. Eu, pessoalmente, sou favorável a uma revisão para que a mulher possa optar por fazer ou não, mas isso é uma posição pessoal minha e não do governo federal. Não há nenhum posicionamento oficial sobre o assunto", afirmou.O ministro ainda comentou sobre a força da campanha contra o mosquito Aedes que acontece simultaneamente em todo o país. "A população precisa vigiar, não só hoje, mas todos os dias. O sucesso dessa campanha é exatamente essa mobilização da sociedade para combater o mosquito e permitir que a gente elimine essa ameaça das doenças que esse mosquito pode transmitir", finalizou Juca.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.