sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

ARATACA: PREFEITO TEM CONTAS REJEITADAS POR NÃO DEMITIR

ara

As contas da prefeitura de Arataca, na gestão de Ferlur Mansur (PMDB), referentes ao exercício de 2014, foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios, na tarde de quinta-feira (10/12), pelo descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, que determina a recondução da despesa total com pessoal ao percentual de 54% da receita corrente líquida do município.

Pela irregularidade o gestor foi multado em R$ 54 mil, que equivale a 30% dos seus subsídios anuais, e em R$ 2 mil por falhas remanescentes no relatório técnico. O relator do parecer, conselheiro Paolo Marconi, também determinou a restituição de R$2.671,03 aos cofres municipais, com recursos pessoais, pela não comprovação dos beneficiários em processo de pagamento.

A despesa total com pessoal no 3º quadrimestre de 2012 ultrapassou o limite previsto na LRF, vez que foram gastos 58,33% da receita corrente líquida do município. Desta forma, a administração municipal deveria eliminar pelo menos 1/3 do percentual excedente no 2º quadrimestre de 2013 e o 2/3 no 1º quadrimestre de 2014, o que não foi feito, comprometendo o mérito das contas. Vale ressaltar que, ao final de 2014, a despesa alcançou o montante de R$12.899.253,89, representando 61,58% da RCL, muito superior ao percentual permitido.
NOTA DO BLOG:Em conversa com este Radialista-Blogueiro,o secretário de governo Renato Freitas,lamentou o resultado e frisou,que um município do  poste de Arataca não poderia demitir cerca de 200 pessoas,pois a prefeitura é um dos mais importantes,senão o mais na geração de emprego e renda e que o prefeito Ferlu,foi para o sacrifício em nome da população! Uma entrevista no FALANDO A VERDADE,deverá acontecer na próxima segunda -feira,quando o prefeito se pronunciará.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.