sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Rompimento de barragens mata uma pessoa e deixa várias desabrigadas em Minas Gerais

Créditos: Corpo de Bombeiros/MG - Divulgação
Duas barragens pertencentes à mineradora Samarco se romperam em Bento Rodrigues, zona rural da cidade de Mariana (MG), na tarde de quinta (05). A região foi inundada com lama, rejeitos sólidos e água utilizados no processo de mineração. Pelo menos uma pessoa morreu e várias pessoas ficaram feridas. Eles foram levados para os hospitais Monsenhor Horta, em Mariana e João XXIII, em Belo Horizonte.
 
De acordo com o Corpo de Bombeiros do estado de Minas Gerais, cerca de 500 pessoas foram resgatadas dos locais afetados. A própria empresa Samarco orientou que os moradores deixassem o local. 
 
105 Bombeiros e 20 viaturas estão no local para resgatar as vítimas. Além disso, três helicópteros e duas retroescavadeiras auxiliam nos trabalhos.
 
Situação das Barragens
 
O Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Minas Gerais (Sisema) informou nesta sexta-feira (06) que a Barragem do Fundão estava regular e foi inspecionada por um auditor especialista em segurança de barragens. “De acordo com o programa de auditoria de segurança de barragem da Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam), a Barragem do Fundão estava com estabilidade garantida pelo auditor. O último relatório foi apresentado em setembro de 2015”, informou o Sisema.
 
A Samarco teve a licença de operação concedida em 29 de outubro de 2013, com validade até 29 de outubro de 2019.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.