segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Taxista de Camacan morre no Rio Pardo após bater com cabeça em uma pedra

12067914_1660157930933032_1671048291_n
O taxista tinha posto fixo, há mais de 5 anos, na estação rodoviária de Camacan.
O taxista camacanense Miguel Luiz do Nascimento,60 anos,com posto de trabalho na estação rodoviária de Camacan, morreu na tarde deste domingo (4), por vota das 03:00h, quando estava no Rio Pardo. As primeiras informações de colegas do taxista, dão conta que ele estava com alguns familiares e amigos se banhando no Rio Pardo, quando um sobrinho entrou na água e começou se afogar.
Quando ele observou que o sobrinho estava se batendo, provavelmente por não saber nadar, também se aventurou em salvá-lo,mas quando caiu na água, bateu com a cabeça em uma pedra, vindo a morrer.Informações chegadas á nossa redação dão conta que a vítima de afogamento que Miguel tentou salvar também morreu. Miguel, era irmão do comerciante Adilson da “Lider Lanches”, localizada no centro de Camacan.
Após o ocorrido, o corpo foi removido para necropsia no Departamento de Polícia Técnica de Itabuna, (DPT), para que seja identificada causas que levaram a morte. Segundo ainda informações, há duas vertentes para as causas que culminaram com a morte: A pancada na cabeça, ou afogamento. Colegas do taxitas, estão muito abalados com a morte do amigo. Eles disseram à reportagem d’o O Tempo Jornalismo, que Miguel, era uma pessoa muito calma, bom amigo, e garantiram que ele vai fazer muita falta no seu posto de trabalho.O corpo foi sepultado no Cemitério da Saudade em Camacan .

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.