quinta-feira, 10 de setembro de 2015

CAMACAN: Estudante de História da Uesc revela estratégia excludente da câmara de vereadores

Estudante
Morador do município sul baiano de Camacan, Vinícius Quinto, usou das redes sociais para denunciar, através do vídeo postado acima, uma espécie de estratégia excludente da câmara de vereadores da sua cidade. Acompanhado do material, o estudante nos enviou um pequeno texto, que ajuda a entender um pouco mais a situação. Confiram:
“Acredito que a participação da comunidade, além de imprescindível, é fundamental na câmara de vereadores, pois é lá que se determinam os caminhos de uma cidade. E neste momento, é indispensável uma análise crítica dos vereadores, e avaliar a atual situação da casa.
Aqui em Camacan, as seções na câmara são para um pequeno público, e isso deveria ser uma preocupação de todo vereador. Mas acreditar que a culpa é somente dos munícipes é muito mau-caratismo.
Um vereador se pronunciou na câmara, e a fala foi transmitida pelas caixas de som que ficam espalhadas pela cidade, chamada a “VOZ DO PROGRESSO”, que gostaria que os cidadãos participassem mais e reclamassem menos. Este mesmo vereador esquece que a seção da nobre casa acontece à 2:00 h da tarde, todas as segundas-feiras. Será que podemos apresentar melhores propostas para reduzir a distância entre o poder da participação e o poder da decisão?
Camacan vem passando por um terrível momento, e a câmara de vereadores continua calada. Os edis têm a obrigação de estarem atento às necessidades e reivindicações da comunidade. Eles devem representar o interesse coletivo, e, na minha opinião, a câmara se faz de cega com tudo que vem acontecendo.
A nobre casa dos legisladores não efetua maior divulgação e informação dos instrumentos participalistas existentes, e das atividades realizadas, em face da apatia política, comodismo e prevalência do interesse individual.
Portanto, deveriam ser pensadas novas formas de inclusão do cidadão, e a primeira solução seria a mudança de horário, como eram em outros tempos. O melhor horário para a participação popular é a partir das 7:00 h da noite. É importante salientar que não estou falando de forma individual, são reflexões feitas a partir de conversas com amigos, e representantes populares que habitam este lugar chamado Camacan”.
Fonte: YouTube

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.