quarta-feira, 29 de julho de 2015

Poeta Gideon Carvalho homenageia Una pelos seus 91 anos de emancipação política - Poema: Princesa Negra


Princesa Negra

Princesa Negra
Singela beleza do sul...
Pequena e singular grandeza
Em tua deslumbrante natureza
Teus lindos rios e cachoeiras reluzem na cor de sua
nobreza
A exuberante Mata Atlântica é mais verde
A lindeza de tuas cristalinas águas marinhas é mais azul


Meu paraíso
Porto seguro, abrigo
Liberdade ao sol, ao luar...
Paz, alegria, brilho, serenidade...
No sorriso, no olhar... onde passar

Foto retirada da internet
Princesa Negra
Ouço embevecido de alegria, cantar teus lindos
passarinhos,
As lindas canções do seu canto
Na Mata Atlântica: seu pomar
Onde o Mico Leão de cara dourada é o rei da fauna
Onde Bromélias, Orquídeas... são encantos

Foto retirada da internet
Princesa Negra
De flora e fauna invejáveis por suas riquezas e paisagens
naturais, biodiversidades...
Com raras espécies de árvores nobres, flores, animais...
Admiradas com enlevo, pelos turistas brasileiros, e
estrangeiros do mundo inteiro
Do alto das passarelas e trilhas do Ecoparque

Foto: Alvinho Moraes - Reprodução Facebook do fotógrafo 
Princesa Negra
Tuas praias são mais belas
Ilha de Comandatuba,
Lençóis, Ilha do Desejo,
Independência,
A paradisíaca ilha de Pedras...
  

Princesa Negra
Tuas terras são mais férteis
Teus frutos têm mais exuberância, vigor...
Cacau, seringueira, coco, piaçava, cupuaçu,
mangostão, graviola...
Cultivados com destreza, dedicação, amor...

Foto: Alvinho Moraes - Reprodução Facebook do fotógrafo 
Princesa Negra
Viva à alegria, à simpatia...!!
Ao calor humano do seu povo
À fraternidade dessa gente cordial !!
Tua maior joia, teu mais precioso tesouro

Foto: Alvinho Moraes - Reprodução Facebook do fotógrafo 

Princesa Negra
Fascínio encantador aos olhos do imigrante
Que busca aconchego, afago... no calor dos teus braços
acolhedores
Que por tuas delícias, belezas, maravilhas...
Não retorna à sua terra distante

Foto retirada da internet
Princesa Negra
Sou enlevado pela poesia contagiante, penetrante... que
és ao vento
De declamação suave, profunda...
És minha simples Realeza pequenina, infante...
Lindeza ao sol perene, ao suave vento, à chuva farta...
Minha idolatrada Princesa Una

Foto: Alvinho Moraes - Reprodução Facebook do fotógrafo 

Gideon Carvalho além de poeta, leciona aulas de inglês e trabalha no Hotel Transamérica - Ilha de Comandatuba.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.