sábado, 26 de janeiro de 2019

Número de mortes em Brumadinho sobe para 34


O número de mortes confirmadas até por volta das 17h45 deste sábado, 26,em Brumadinho(MG),onde ocorreu na sexta-feira (25)a ruptura de uma barragem da Vale,chega a 34,segundo informou o Corpo de Bombeiros.De acordo com o novo balanço,já foram identificados 81 desabrigados.Além disso, 23 pessoas estão hospitalizadas. Centenas de pessoas estão desaparecidas. 
  Foto: Douglas Magno AFP
O novo balanço faz com que o desastre de Brumadinho supere oficialmente em número de mortes a tragédia ocorrida em 2015 na cidade de Mariana (MG). Na época, a enxurrada de lama decorrente da ruptura da Barragem do Fundão resultou na morte de 19 pessoas. 
Desde sexta, o comitê criado pelo governo federal para acompanhar o caso já trabalhava com a expectativa de que a tragédia humana decorrente da ruptura da barragem da Vale superasse o episódio de três anos atrás.

SE VOCÊ tem alguma denúncia ou algo importante  e quer contar pra todos,colabore com a reportagem do BLOG PAULO JOSÉ e envie seu material para o e-mail: fvpaulojose@gmail.com
ADICIONE nosso WhatsApp 73 9 9941-557

Um comentário:

  1. Em 2001, o governador de Minas era Itamar Franco, e o presidente da República FHC, aconteceu a primeira tragedia do século em barragem de mineradoras, na mesma região se sucederam vários outros, de lá pra cá o PSDB e o PT se intercalaram na administração do estado de Minas e do País, mas, parece que a preocupação dos dois presidentes viajantes era apenas com a ONU e o FORO DE SÃO PAULO, e por onde andava todo esse tempo o MP mineiro, a OAB e os artistas que sempre sabe o que é melhor para o Brasil????????

    https://brasil.estadao.com.br/noticias/geral,rompimento-de-barragem-deixa-5-desaparecidos,20010623p19508

    ResponderExcluir

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.