sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Isidório protocola na Câmara projeto que cria o ‘Dia do Orgulho Hétero’


O deputado federal Pastor Sargento Isidório (Avante-BA)apresentou na Câmara um projeto de lei que cria o “Dia do Orgulho Hétero”.A proposta foi protocolada na última quarta-feira(20),na esteira do julgamento de ações que pleiteiam no Supremo Tribunal Federal(STF)a criminalização da homofobia. Foto: Matheus Morais/ bahia.ba
“Acabei de dar entrada,tendo em vista a ‘lei da homofobia’, que pode confiscar as bíblias, pode bulir na redação, um projeto que, na Bahia, já está também aprovado: ‘O Dia do Orgulho Heterossexual’. Homem mais mulher,criados por Deus, igual a filhos.Quem quiser [ser homossexual] que seja.É um direito das pessoas.A nossa obrigação é respeitar as opções.Todavia,ser heterossexual é coisa de Deus,porque senão a humanidade está exterminada.Homem com homem não faz filho e mulher com mulher também não”,discursou o parlamentar baiano no plenário da Casa.Autodeclarado “ex-gay”,ele explicou que o texto é semelhante ao que já apresentara na Assembleia Legislativa da Bahia e fora aprovado pelos seus pares em dezembro de 2017.A matéria, entretanto, até hoje aguarda sanção do governador Rui Costa (PT).“No momento que se discute preconceito contra homossexuais,acaba-se criando outro tipo de discriminação,dessa vez contra os heterossexuais, lamentavelmente.A presente proposta visa resguardar direitos e garantias aos heterossexuais de se manifestarem e terem a prerrogativa de se orgulharem da sua biologia, natural e ‘Deista’, e não serem discriminados por isso”, argumenta Isidório na justificativa do novo projeto.
S E VOCÊ tem alguma denúncia ou algo importante  e quer contar pra todos,colabore com a reportagem do BLOG PAULO JOSÉ e envie seu material para o e-mail: fvpaulojose@gmail.com
ADICIONE nosso WhatsApp 73 9 9941-5577



0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.