domingo, 17 de fevereiro de 2019

Camacan:Escapamento de moto aberto perturba moradores


A sala é um dos cômodos que permanece quase o tempo todo inabitado na casa da aposentada Carlota Assunção,72 anos.Apaixonada por leitura,a moradora de Camacan,precisa recorrer aos quartos que ficam mais ao fundo do imóvel quando quer ter o mínimo de sossego e silêncio.Apesar de também reclamar dos carros e caminhões,ela é taxativa ao afirmar que o grande vilão da sua tranquilidade são as motos,muitas delas com o escapamento modificado,que correm a toda velocidade,provocando um barulho ensurdecedor. 

"Minha sala é muito bonita,mas tenho que ficar no quarto.É o único lugar em que consigo ler,ver televisão.Na sala,o barulho é impressionante.É muita falta de educação.Moro há 30 anos em Camacan,e está cada dia pior", diz. 
O uso de escapamentos ocos,comumente chamado de abertos,aumenta ainda mais o ronco dos motores e a perturbação aos moradores.E,em Camacan,os motociclistas barulhentos dificilmente são punidos,já que, visualmente,e com o veículo em movimento,o escapamento adulterado não é tão facilmente identificável. 
Um policial da PM,explica que a autuação pelo uso de escapamentos adulterados só pode ser feita mediante abordagem.Não cabe,portanto,a utilização de decibelímetros ou mesmo a aplicação de multa por som alto com base na Resolução 624, que começou a vigorar em 2016.
"Esta resolução permite que o PM ou agente de trânsito faça a autuação ao verificar o som do lado externo do veículo, sem a necessidade de uso do decibelímetro.Mas ela se aplica somente para equipamentos de som automotivos e não para outros ruídos provocados pelo veículo", explica.
DESCARGA DIRETA
Da fábrica,o escapamento das motos vem originalmente com todo um sistema de diminuição de ruído e poluição.Para provocar um ronco mais intenso,muitos proprietários procuram oficinas para retirar o dispositivo que abafa o ruído do motor,chamado de 'miolo',deixando apenas o cano.
Nesse caso,a descarga,tanto de gases poluentes quanto do som do motor,é direta.Trata-se de uma prática comum na cidade,que também perturba o comerciante,que aqui na reportagem chamaremos de Adriano*(por medo de represálias preferiu não ter o verdadeiro nome revelado), proprietário de uma loja,no centro. 
"Quando essas motos passam,a gente não consegue nem conversar com o cliente no telefone.E é algo que acontece todo dia e incomoda não só a mim,mas a todos os estabelecimentos vizinhos.De uns anos para cá, parece que a situação piorou.As pessoas não têm educação", comenta.
O QUE DIZ A LEI
No Código de Trânsito Brasileiro–conforme apresentado pelo Artigo 230,parágrafo VII–“Conduzir o veículo com a cor ou característica alterada” é uma infração de trânsito grave,que gera multa e medida administrativa(com a  retenção do veículo para regularização.O mesmo Artigo 230,mas agora no parágrafo XI,também aponta como infração de trânsito conduzir veículo“com descarga livre ou silenciador de motor de explosão defeituoso,deficiente ou inoperante”; Se o condutor não resolver o problema no momento da autuação,perde 5 pontos na carteira e paga multa.
O motociclista também pode ser multado por estar com níveis de ruído acima do permitido.O Conselho Nacional do Meio Ambiente(Conama) determina um máximo de 99 decibéis(db)para motocicletas fabricadas até 1998 ou o nível descrito no manual para modelos posteriores (entre 75 e 80db conforme a cilindrada).Porém para aplicar esta multa,o agente de trânsito não pode ter apenas o ouvido como testemunha:É necessário ter um aparelho chamado decibelímetro,que mede os decibéis de ruído.Mas os agentes dificilmente possuem um aparelho destes,e por isso a multa não pode ser aplicada.
Segundo um  sargento ouvido pela nossa reportagem,o perfil majoritário dos motociclistas flagrados com escapamentos modificados é de homens jovens e que gostam de alta velocidade. 
"Tem aqueles que,em vez de usar escapamentos cortados ou abertos, optam por trocar o escapamento original por um modelo esportivo. Neste caso,se estiver em perfeitas condições,com abafador e sem descarga livre, a utilização é autorizada",explica.
MAIOR CONTROLE
E os motociclistas que insistem em utilizar escapamentos modificados terão,em breve,uma dificuldade a mais para burlar a fiscalização.É que, no ano passado,o Contran publicou a Resolução 716,que irá retomar a inspeção técnica veicular,suspensa desde 1999. 
O prazo para o Detran implantar o programa é 31 de dezembro de 2019. A partir de 2020,então,todos os veículos deverão passar pela inspeção a cada dois anos,sendo a medida pré-requisito para efetuar o licenciamento anual.E,entre os critérios,o veículo será reprovado se não passar com êxito pela inspeção de controle de emissão de gases e ruído.
S E VOCÊ tem alguma denúncia ou algo importante  e quer contar pra todos,colabore com a reportagem do BLOG PAULO JOSÉ e envie seu material para o e-mail: fvpaulojose@gmail.com

ADICIONE nosso WhatsApp 73 9 9941-5577


0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.