quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

CANAVIEIRAS: ALEXANDRA É PRESA POR FALSIFICAÇÃO DE DOCUMENTOS EM CARTÓRIO




Alexandra Campos Vasconcelos,investigada por envolvimento nos crimes de falsidade ideológica,corrupção,formação de quadrilha e falsificação de documentos públicos, foi presa, na manhã desta quarta-feira (16), em cumprimento a um mandado, por policiais da Delegacia Territorial (DT), de Canavieiras. 
Fotos :Marcius Vinicius,investigador .Colaboração:Rick Mascarenhas
Ela era funcionária de um tabelionato, naquela cidade e, durante as buscas em sua casa, os investigadores da DT/Canavieiras, apreenderam dezenas de documentos de imóveis, além de pendrives com modelos de escrituras, um computador e um celular, que serão encaminhados para perícia.De acordo com o titular unidade policial,delegado Renato Ribeiro, a golpista falsificava escrituras e solicitava que as vítimas depositassem os valores das taxas em suas contas bancárias pessoais. “Ela emitia comprovantes sem o selo de autenticidade, facilitava processos, dentre outras ilegalidades”,explicou.As investigações indicam que somente uma das vítimas foi lesada em mais R$ 4 mil. “Além das pessoas que a procuraram, ela também causou prejuízos aos cofres públicos”, completou o delegado. Alexandra já está à disposição da Justiça. A polícia ainda apura se outras pessoas estão envolvidas no esquema.
LEIA A OCORRÊNCIA POLICIAL NA ÍNTEGRA
7 coorpin-ilheus DT Canavieiras -BO 0027.2019 Canavieiras IP 013/2019
Cumprimento mandado de prisão temporária --Processo n° 000000-00.2019.8.05.0043
Fato em apuração: peculato/ falsidade ideológica / falsificação de documento público/ formação de bando/ corrupção passiva
Autor: Alexandra campos Vasconcelos, cidade nova Canavieiras.
Resumo dos fatos: após representação da autoridade policial foi expedido mandado de prisão e busca e apreensão da investigada, escrevente do tebelionato de notas e protestos de títulos públicos, que segundo já se levantou, até o momento, falsificou três escrituras públicas e recolhia taxas e emolumentos bem como (iptu, ITBI, itiv, dam, e daje) das partes e desviava para si, deixando de recolher os impostos, lesando cofres públicos e partes, as escrituras eram aparentemente verdadeiras, inclusive feitas em folha de segurança (papel moeda) mas não contém o selo de autenticidade digital, a investigada ainda facilitava processos de atas notariais ( ultilizadas para procedimento usucapião e solicitação de spu) realizando vistorias, que não estavam dentro de suas funções, somente uma das vítimas- do estado de minas gerais- foi lesada em mais 4.700,00 (quatro mil e setecentos reais), bem como os cofres públicos, segundo a vítima os valores eram entregues diretamente a investigada no cartório ou depositadas na conta pessoal dela, que chegava a manter contatos com as vítimas solicitando valores emprestados pois estaria passando necessidade. A escrevente deixou de ser funcionária do tabelionato há cerca de uma semana. Ficou evidenciado que além da autora ela conta com a ajuda de pessoas que alteram dados cadastrais.Foram apreendidas dezenas de documentos de imóveis em sua residência com como pen drives que contem modelos de escrituras do tabelionato e de outros cartórios da região, além de computador e celular que serão analisados e periciados.
SE VOCÊ tem alguma denúncia ou algo importante  e quer contar pra todos,colabore com a reportagem do BLOG PAULO JOSÉ e envie seu material para o e-mail: fvpaulojose@gmail.com
ADICIONE nosso WhatsApp 73 9 9941-557

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.