quinta-feira, 4 de outubro de 2018

Mulheres são presas por fazerem campanha eleitoral; Acusadas entregavam santinhos que mostravam o nome de Lula como candidato à Presidência


Três mulheres foram detidas na manhã desta quarta-feira, 3 de outubro, acusadas de estarem fazendo campanha eleitoral para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso desde o mês de abril. O Caso aconteceu na cidade de Itabela, no extremo sul da Bahia. 

 De acordo com as informações, as mulheres foram detidas em um bar enquanto entregavam panfletos de um candidato do PT (Partido dos Trabalhadores), onde o nome de Lula aparecia como candidato à Presidência da República. 
Geane Alves dos Santos, Maria da Penha Barbosa da Silva e Roseni Barbosa da Silva Moreira, foram ouvidas pela polícia e afirmaram que foram recrutadas em Teixeira de Freitas, cidade onde moram, e que estavam em Itabela há 20 dias, período pelo qual receberiam R$ 400,00. 
A candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva foi barrada pela justiça em conformidade com a Lei da Ficha Limpa, pois o ex-presidente se encontra preso desde o dia 7 de abril em Curitiba, no prédio da Superintendência Regional da PF no Paraná como resultado de uma condenação em segunda instância a 12 anos e um mês por corrupção e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato.
CLIQUE AQUI E CURTA NOSSO BLOG NO FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.