segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Museu Nacional: chamas são controladas após 6h


Bombeiros enviados para controlar o incêndio de grandes proporções que atingiu o Museu Nacional, no Rio de Janeiro, só conseguiram debelar as chamas por volta das 2h da madrugada, quase seis horas após o início da tragédia. 

De acordo com a Folha de S. Paulo, quase 80 homens, de 12 quartéis do Corpo de Bombeiros, foram enviados ao local. O incêndio, que ainda não tem as causas conhecidas, teve início por volta das 7h30 da noite de ontem (2). A falta d'água prejudicou o combate às chamas, segundo o comandante-geral dos bombeiros do Rio, Roberto Robadey. Caminhões-pipa e um lago próximo foram utilizados. Parte do interior do edifício desabou e fragmentos de documentos queimados foram encontrados a mais de 3 km de distância do complexo histórico.O foco começou depois que o local já havia encerrado a visitação. Apenas quatro seguranças, que deixaram o Museu Nacional sem se ferir, estavam no complexo. Não há registro de vítimas.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.