terça-feira, 24 de julho de 2018

Não está mais em Canavieiras parque envolvido em caso de abuso sexual


Nesta segunda-feira (23), uma equipe da TV Santa Cruz, afiliada da rede globo, veio até a cidade fazer cobertura especial do caso com entrada ao vivo no jornal do meio dia e matéria completa na edição da noite. O crime ocorreu na noite da última quarta-feira (18) no parque e, segundo delegado Renato Fernandes Ribeiro, da delegacia territorial de Canavieiras, a menor de 12 anos teria fugido neste dia da casa da avó depois de uma discussão, só retornando  na quinta-feira (19), depois da tia prestar queixa do desaparecimento na delegacia. O Blog Paulo José,foi o primeiro site  a noticiar este caso. 

A garota informou em depoimento na delegacia de Canavieiras que estava com uma amiga de 17 anos. Chegou a dizer que foi dopada por três homens, mas voltou atrás e disse que teria passado a noite no local e tido relação sexual com o rapaz de 19 anos que trabalha no parque. 
Na sexta-feira (20), a adolescente foi submetida a exame de corpo de delito no Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Ilhéus, onde foi constatado o abuso. O rapaz foi conduzido a delegacia, mas liberado porque não houve flagrante. Ele vai ser indiciado por estupro de vulnerável, que tem pena mínima prevista por lei de 8 anos. Segundo estatuto da criança e adolescente é crime manter relações sexuais com menores de 14 anos mesmo com consentimento da vítima. 
Oito testemunhas já foram ouvidas na investigação para esclarecer esse caso. A empresa Itamaraty de Ilhéus, responsável pelo parque itinerante, se pronunciou através de nota informando que os funcionários da rede não têm antecedentes criminais e que tem colaborado com as investigações para elucidar logo o caso. 

Aldo Goes, do conselho tutelar de Canavieiras, informou que a família da menor tem sido orientada e está recebendo todo o apoio psicológico, social e jurídico necessário através da Secretaria de Assistência Social da Cidade e destacou que já ocorreram denuncias passadas de abuso em parques que já se instalaram na cidade, mas que muitas vezes quando as denuncias foram feitas, os parques já haviam ido embora da cidade dificultando o trabalho de apuração dos fatos.
Tabu Online
VEJA AQUI COMO TUDO COMEÇOU

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.