sábado, 26 de maio de 2018

Greve dos caminhoneiros: país ainda tem 387 pontos com bloqueios


RIO e SÃO PAULO — Mais de 12 horas após a publicação do decreto que autoriza o uso das Forças Armadas para a desobstrução de rodovias federais, ainda há caminhões concentrados em diversos pontos nas principais estradas do país na manhã deste sábado, conforme informou a Polícia Rodoviária Federal (PRF). De acordo com o último balanço do Ministério da Defesa, de sexta-feira para sábado, 132 pontos que estavam bloqueados nas rodovias pelo país foram liberados pela PRF com apoio das Forças Armadas. Entretanto, outros 387 permanecem com algum tipo de retenção. Este é o sexto dia da greve de caminhoneiros contra o aumento do preço do diesel.
Em grupos de whatsapp, os caminhoneiros trocam mensagens em que afirmam que o Exército não poderá retirá-los das vias se estiverem obstruindo apenas parte do trânsito. Em uma dessas mensagens, a que o GLOBO teve acesso, um motorista do Paraná diz que "os militares nos passaram que se não tiver estrada obstruída, eles estão conosco na luta". O texto segue dizendo que os soldados só vão dirigir ou escoltar caminhões carregados com combustível para viaturas.
Na Rodovia Washington Luiz (BR-040), o grupo que está em frente à Reduc, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, se encontra no acostamento e dá passagem para os veículos. 

De acordo com a Nova Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro, há bloqueios em diversos pontos: Santa Isabel, São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Pindamonhangaba, Lorena, Barra Mansa e Piraí. Por outro lado, os caminhoneiros que estavam na Fernão Dias desmontaram o bloqueio durante a madrugada. 
Já na rodovia Régis Bittencourt, que liga São Paulo ao sul do país, a manifestação ocupa uma faixa e o acostamento na altura do km 279, em Embu das Artes, região metropolitana. Já na rodovia Anchieta, que vai ao Porto de Santos, há protesto entre o km 22 e o 24, em São Bernardo do Campo, no ABC, segundo a concessionária Ecovias. 
O ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, informou nesta sexta-feira que o governo irá editar um decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) em todo o território nacional, para auxiliar na liberação de rodoviais ocupadas por caminhoneiros. A medida, que valerá até o dia 4 de junho, atende a um pedido feito pelo comando do Exército. 
AEROPORTOS DESABASTECIDOS 
A Infraero informou que 11 aeroportos administrados pela estatal estão sem combustível por conta da greve dos caminheiros. Seis desses terminais estão em capitais: Palmas, Goiânia, Maceió, Recife, Vitória e João Pessoa. Os aeroportos de Carajás (PA), São José dos Campos (SP), Uberlândia (MG), Ilhéus (BA) e Juazeiro do Norte (CE) também estão sem combustível. Apenas oito aeroportos são abastecidos regularmente com combustível. 
No aeroporto internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, de meia-noite até as 7h da manhã deste sábado, foram cancelados um total de 40 voos, sendo 31 pousos e nove decolagens. A Inframérica, empresa que administra o aeroporto, informou que as reservas de querosene de aviação no terminal acabaram na manhã desta sexta-feira. 
A assessoria de imprensa informou, entretanto, que as atividades não estão totalmente paradas. Segundo o comunicado, neste sábado, já houve 54 pousos e decolagens em Brasília. 
BR-040
 - Em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, no km 113, sentido Minas Gerais — trecho em frente à Reduc — presença de caminhoneiros no acostamento. 
- Em Petrópolis, na Região Serrana, no km 61, sentido Juiz de Fora, manifestantes reunidos em posto de combustível.

BR-116 – DUTRA 
- Em Seropédica, na Região Metropolitana, no km 204/206, presença de manifestantes no acostamento, em ambos os sentidos. Não há interdição de faixa. 
- Em Barra Mansa, no Sul Fluminense, no km 268/269, presença de manifestantes em posto de gasolina, sentido São Paulo. Trânsito fluindo normalmente. 
- Ainda em Barra Mansa, no km 276/278, presença de manifestantes no acostamento, sentido Rio. Trânsito fluindo normalmente.

BR-393 
- Em Paraíba do Sul, no Sul Fluminense, no km 182, veículos de carga estacionados em postos de gasolina e faixa de domínio. Trânsito de outros veículos fluindo. 
- Em Volta Redonda, no Sul Fluminense, no km 281, veículos de carga estacionados em postos de gasolina e faixa de domínio. Trânsito de outros veículos fluindo. 
- Em Barra do Piraí, no Sul Fluminense, no km 247, veículos de carga estacionados em postos de gasolina e faixa de domínio. Trânsito de outros veículos fluindo.

BR-101 - NORTE 
- Em Campos do Goytacazes, no Norte Fluminense, nos km 70 e 75, presença de manifestantes no acostamento, nos dois sentidos. Trânsito fluindo para veículos de passeio.
  
BR-101 - NITERÓI X MANILHA
 - Em Itaboraí, na Região Metropolitana, nos km 293/297 Sul, presença de manifestantes em ambos os sentidos no acostamento. Não há retenções e o trânsito flui normalmente.

BR-116 NORTE - RIO X TERESÓPOLIS 
- Em Teresópolis, Região Serrana, nos km 40, 54 e 76, presença de caminhoneiros no acostamento. 
BR-465 -- 
- No Rio de Janeiro, km 22 presença de caminhoneiros no acostamento.

O GLOBO

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.