domingo, 29 de abril de 2018

Tabu continua em sua versão eletrônica;Eriston,Babete e outros saudosistas lamentam o fim da versão impressa


O lojista Ériston Nascimento, da Bike Shop e presidente da CDL, e o servidor público federal aposentado Babete Seara, organizador da Parada Gay de Canavieiras, foram apenas duas das várias pessoas que lamentaram o fim da edição impressa de Tabu. 

Através de rede social, telefone e contato pessoal, Tabu continua recebendo muitas mensagens desse tipo, sobre o fim da edição impressa, que circulou durante 50 anos consecutivos. 
Em quase todas elas, porém, reconhece-se que não é coisa do futuro, mas já no presente as pessoas estão se comunicando majoritariamente por meios eletrônicos. Com isso, em todo o mundo a imprensa escrita está virando coisa do passado. 
Com a última edição impressa de Tabu, de 16 páginas, que circulou esta semana, circulou também um caderno especial, também de 16 páginas, com registros de fatos da Canavieiras de meio século atrás. Esse caderno especial impresso está disponível também neste site.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.