quinta-feira, 27 de outubro de 2016

SOCORRO: A população de Camacan já não suporta tantos assaltos e arrombamentos

 A população de Camacan, cidade sulbaiana já não suporta tantos assaltos e arrombamentos de residências e casas comerciais,além dos roubos de celulares e outros pertences e a falta de eficiência dos órgãos de segurança para dar conta de coibir tanta roubalheira. O fim do mês de outubro e, SE NADA FOR FEITO novembro registrará  verdadeiros recorde de furtos e roubos .
Com tanta incidência de criminalidade, moradores de alguns bairros já estão com medo de sair de casa. Alguns falam até em aplicar a LEI DE TALIÃO **. Pensam em capturar um ladrão, e aplicar surras . É o resultado da política de segurança. Camacan, a Bahia e o Brasil estão perdendo a luta contra o crime, assim como perderam contra a dengue, etc, etc. Vivemos cercados de gestores incompetentes.

Se os políticos se dedicassem mais a zelar pela segurança da população não se chegaria a tais extremos. Camacan, por conta de tanta barbaridade se tornou uma cidade sem lei e a tendência é a coisa piorar, pois nossas autoridades só se preocupam com o próprio umbigo.

** A lei de talião, do latim lex talionis (lex: lei e talio, de talis: tal, idêntico), também dita pena de talião, consiste na rigorosa reciprocidade do crime e da pena — apropriadamente chamada retaliação. Esta lei é frequentemente expressa pela máxima olho por olho, dente por dente.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.