quarta-feira, 4 de novembro de 2015

CAMACAN:Greve da Petrobrás deixa postos de gasolina sem combustível e em nota a estatal diz que não há motivos para desabastecimento

GEDSC DIGITAL CAMERA
As bombas enfrentam grandes congestionamentos nos pátios dos postos. Fotos / O Tempo Jornalismo
A greve nacional da Petrobrás, atingiu em cheio todos os postos de combustíveis do Município de Camacan. A cidade que possui cinco unidades, sendo três no centro, um na BR-101, no Posto Mangueira e outro no distrito de São João do Panelinha, está enfrentando grande movimentação de motocicletas e veículos, todos na tentativa de abastecer, por conta da grande falta de gasolina e Etanol, nas bombas do Município.Por Volta das 16:00 desta quarta-feira (4), os únicos postos que ainda contavam com pouco de combustíveis eram o Posto São Lázaro e Posto Mangueira, e as demais unidades já tinham zerado seu estoque, o que passou ser uma grande dor de cabeça para os consumidores, principalmente para quem precisa do veículo para trabalhar. 
Greve 'afeta' operações, diz Petrobras; produção de petróleo cai 14%
Foto: Divulgação/Petrobras
Somente nesta segunda-feira (2), houve queda de 273 mil barris de petróleo, o que corresponde a 13% da produção diária no país. Em relação a gás natural, a redução foi de 14% da oferta diária: 7,3 milhões de metros cúbicos. Nesta terça, a estimativa é de queda de 8,5% da produção de petróleo no Brasil e 13% da de gás natural, em relação à produção diária anterior à greve. “Com a perda de produção, a arrecadação de tributos recolhidos em favor da União Federal, estados e municípios, como os Royalties e a Participação Especial é diretamente impactada”, destaca a Petrobras. A companhia afirma ainda que “está tomando as medidas necessárias para garantir a manutenção de suas atividades, preservando suas instalações e a segurança de seus trabalhadores”. O comunicado informa também que apesar do impacto da greve na produção, o setor de distribuição funciona normalmente e que não há previsão de desabastecimento do mercado.
GEDSC DIGITAL CAMERA
Consumidores disputam uma vaga a fim de conseguir abastecer os veículos
Durante toda História, esta é a primeira vez que a cidade vive um problema como este.
GEDSC DIGITAL CAMERA
A situação de momento é bastante delicada para os condutores.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.