domingo, 26 de outubro de 2014

SEGUNDO TURNO: GOVERNADORES ELEITOS E REELEITOS

Com 93% das urnas apuradas, José Melo é reeleito governador do Amazonas
Foto: Divulgação/Assessoria
José Melo, do PROS, foi reeleito neste domingo (26) governador do Amazonas paraos próximos quatro anos. Com 95% das urnas apuradas, o candidato teve 55,72% dos votos válidos. O candidato Eduardo Braga, do PMDB, ficou com 44% dos votos.
Robinson Faria é o novo governador de Rondônia
Foto: Divulgação/Internet
Robinson Faria, do PSD, foi eleito com 54,42% e é o novo governador de Rondônia. Seu adversário, Henrique Eduardo, do PMDB, teve 45,58%. 

Camilo Santana é eleito governador do Ceará
Foto: Reprodução
No Ceará, Camilo Santana (PT) derrotou Eunício (PSB) com 53% dos votos. Com quase 100% das urnas apuradas, Camilo teve 53% dos votos válidos, já Eunício teve 46% dos votos. 
Ricardo Coutinho é eleito governador da Paraíba
Foto: Reprodução / G1
Ricardo Coutinho, do PSB, é o novo governador da Paraíba, com 52,63% dos votos válidos. Cássio Cunha, do PSDB obteve 47,37%, segundo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

Até agora foram apurados 97,18% das urnas. Os votos brancos somam 1,86% e os nulos, 6,08%. A abstenção está em 17,96%.


Pezão é reeleito governador do Rio de Janeiro


Foto: Agência Brasil

Governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB)
O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), foi reeleito governador do Rio no início da noite deste domingo, 26. A apuração ainda não terminou, mas os votos ainda não contabilizados não são suficientes para impedir a vitória do peemedebista. Pezão está com 56,07% dos votos (4.121.804) e seu adversário Marcelo Crivella, 43,93% (3.228.973). Já foram apurados 94,41% dos votos, restando 691.155 votos a serem contabilizados. Considerando os votos totais, até o momento há 3,38% de votos brancos e 13,95% de votos nulos. O governador, que acompanha a apuração num hotel da zona sul do Rio, ainda não se pronunciou sobre o resultado.
Estadão Conteúdo


Waldez de Goés é eleito governador do Amapá


Foto: Divulgação

Waldez Goés (PDT)
O candidato do PDT, Waldez Goés, venceu matematicamente a disputa para o governo do Amapá, com 60,8% dos votos válidos. Camilo Capiberibe, do PSB, ficou com 39,2% dos votos válidos. Até agora, foram apurados 89,25% das urnas. Os votos brancos somam 1,28% e os nulos, 5,29%. A abstenção está em 14,65%. Natural de Gurupá (PA), Waldez Góes, 53 anos, já governou o estado do Amapá entre 2003 e 2010. Renunciou no fim do segundo mandato para concorrer ao Senado, mas não conquistou a vaga. Góes também já foi deputado estadual, entre 1995 e 1999. A coligação que apóia o candidato é formada pelo PDT, PMDB e PP, partido do candidato a vice-governador, Papaleo Paes. No primeiro turno, Waldez teve 42,1% e Camilo Capiberibe teve 27,5% dos votos válidos.
Agência Brasil


Ivo Sartori é eleito no Rio Grande do Sul com 61,23% dos votos válidos


Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

José Ivo Sartori, do PMDB, é o governador eleito do Rio Grande do Sul
O candidato Ivo Sartori (PMDB) venceu a disputa para o governo do Rio Grande do Sul, com 61,23% dos votos válidos. Tarso Genro (PT) ficou em segundo lugar, com 38,77% dos votos válidos. Até agora, foram apurados 86,79% das urnas. Os votos brancos somam 3,10% e os nulos, 4,99%. A abstenção ficou em 18,26%. José Sartori nasceu em Farroupilha (RS) e formou-se em filosofia pela Universidade de Caxias do Sul. Foi também em Caxias que ele começou a carreira política, elegendo-se vereador em 1976. Posteriormente, em 2004, elegeu-se prefeito da cidade, sendo reeleito em 2008. Nas décadas de 1980 e 1990, Sartori ocupou o cargo de deputado estadual por cinco mandatos consecutivos. Ele terá como vice-governador José Paulo Cairoli (PSD). A coligação que apóia Sartori é formada pelos partidos PMDB, PSD, PPS, PSB, PHS, PTdoB, PSL e PSDC.
Mariana Jungmann, Agência Brasil

Perillo é eleito para o governo de Goiás


Foto: Agência Senado

Marconi Perillo (PSDB)
O candidato do PSDB, Marconi Perillo, matematicamente está eleito para o governo de Goiás, com 57,51% dos votos válidos. Iris Rezende, do PMDB, ficou com 42,49% dos votos válidos. Até agora, foram apurados 92,83% das urnas. Os votos brancos somam 2,6% e os nulos, 7,53%. A abstenção está em 21,40%. Marconi Perillo, 51 anos, nasceu no município goiano de Palmeiras de Goiás. Formado em direito, começou sua carreira política na década de 1980, como presidente do PMDB Jovem de Goiás e, depois, como presidente nacional da Juventude do PMDB. O primeiro mandato foi conquistado em 1990, quando foi eleito deputado estadual pelo PMDB. Quatro anos depois, em 1994, chegou à Câmara dos Deputados, dessa vez, eleito pelo PP. Já no PSDB, foi eleito governador do estado em 1998 e reeleito em 2002. Em 2006, chegou ao Senado com 75,82% dos votos válidos, alcançando uma votação histórica no estado. Foi eleito governador de Goiás novamente em 2010. Esta foi a terceira vez em que Perillo derrotou Iris Rezende na disputa pelo governo de Goiás. No primeiro turno, Marconi Perillo ficou com 45,8% e Iris Rezende 28,4% dos votos válidos.
Agência Brasil

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.