quinta-feira, 28 de novembro de 2013

POLICIAIS CIVIS E MILITARES PRENDEM ACUSADO DE SER MANDANTE DA MORTE DE PESTE.


No último dia 25(Segunda-Feira) em uma ação rápida policiais civis e militares cumpriram um mandato de prisão preventiva expedida pela justiça contra RODRIGO DA SILVA GOMES que foi preso próximo à sua residência na rua LADISLAU PARDINHO (ANTIGA RUA DA COELBA),no momento em que conversava com trabalhadores de uma construção de sua propriedade. 


 O mandado de prisão foi expedido pela juíza da comarca de Camacan,Drª EMANUELE VITA LEITE ARMEDE.   Rodrigo é apontado como mandante da morte do adolescente - Valter Bruno Conceição Santos, CONHECIDO COMO “PESTE”. 
 

                                                             Bruno Pestinha
 O crime ocorreu por volta das 7h 00 m do dia 09 de Junho deste ano , enfrente à residência da vítima,próximo ao centro de abastecimento da cidade.
Os menores de iniciais W.A.G.S. E V.R.S.R, ambos moradores de Camacan,em depoimento à polícia confessaram a autoria do crime e apontaram RODRIGO DA SILVA GOMES como O MANDANTE.
Segundo os menores,O MOTIVO DO CRIME teria sido UMA AMEAÇA de'' PESTE ''contra Rodrigo ao descobrir que  RODRIGO havia mantido  RELAÇÕES SEXUAIS com sua companheira.
O inquérito policial foi iniciado pelo então delegado Drº João Mendes,sendo concluído agora pelo novo titularDR NOEL EGÍDIO, que deu prosseguimento às investigações , que que apontaram o indiciado como mandante do crime.Os menores disseram ainda ter recebido aproximadamente (25) Gramas de maconha para cometerem o crime.

Atualmente os menores cumprem medidas sócio-educativas na Fundação  CASE ,em Salvador em decorrência desta prática delituosa.

 RODRIGO DA SILVA GOMES  foi transferido na tarde desta quarta-feira para o conjunto penal de Itabuna,onde está custodiado à disposição da justiça.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.