terça-feira, 20 de agosto de 2019

Sequestrador de ônibus no Rio de Janeiro era vigilante; família pediu desculpas


O homem que sequestrou um ônibus e fez 37 reféns,na manhã desta terça-feira(20),na ponte Rio-Niterói,foi identificado pela Polícia Militar (PM)como Willian Augusto da Silva,de 20 anos.A PM confirmou que ele chegou ao hospital com quadro de parada cardiorrespiratória e não resistiu aos ferimentos.  Foto: Divulgação/Polícia Militar
Willian era vigilante e morava em São Gonçalo,município da Região Metropolitana do Rio,segundo informou o porta-voz da corporação.O homem,que não tinha antecedentes criminais,morreu após ser baleado por um atirador de elite da PM.O tenente-coronel Maurílio Nunes, comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope),relatou que os psicólogos da corporação avaliaram que o sequestrador tinha perfil psicótico.“A negociação passou a ser tática, voltada para preservar vidas. A partir daí, foi tomada decisão e efetuado disparo”,disse. 
Família pediu desculpas 
O governador do Rio,Wilson Witzel(PSC),esteve na ponte após o sequestrador ser baleado e disse que conversou com parentes de Willian.“Um dos familiares dele me pediu desculpas.Eu falei:‘O senhor não precisa me pedir desculpa de nada’.Ele queria pedir desculpa e pediu a toda sociedade,pediu desculpas aos reféns,disse que alguma coisa falhou na criação”,relatou.Em entrevista à imprensa no Palácio Guanabara,sede do governo fluminense,por volta das 12h30,Witzel disse ter falado com a mãe de Willian.“A mãe está muito abalada,se perguntando onde ela errou”.Ele disse,ainda,que prestará apoio às famílias dos reféns como também do sequestrador.
O sequestro
Willian fez reféns das 6h até as 9h,quando tiros foram ouvidos e policiais celebravam.A Ponte Rio-Niterói ficou fechada em todos os sentidos durante o ocorrido.O sequestrador teria se identificado como policial militar,ordenado que o motorista parasse o veículo e o atravessasse na pista.Ele estava com um galão de combustível,um revólver e uma pistola de choque,e ameaçava atear fogo no interior do ônibus.
SE VOCÊ tem alguma denúncia ou algo importante  e quer contar pra todos,colabore com a reportagem do BLOG PAULO JOSÉ e envie seu material para o e-mail: fvpaulojose@gmail.com
ADICIONE nosso WhatsApp 73 9 9941-5577
                                          Clique aqui e siga nossa página no Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.