terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Canavieiras:Prefeitura divulga nota de esclarecimento sobre a ''Operação Domus ''em que servidores foram afastados


A operação é um desdobramento de uma ação judicial,que investiga fraudes no Cartório de Imóveis e no Tabelionato de notas da cidade,em que três servidores públicos municipais,lotados na Secretaria Municipal de Finanças,foram afastados.São investigados também servidores do Tribunal de Justiça da Bahia e corretores de imóveis.Participaram da operação os promotores de Justiça Mayanna Ribeiro,Yuri Melo,Frank Ferrari,Thomás Brito e Maurício Pessoa;dois delegados e diversos investigadores da Polícia Civil.Devido a grande repercussão que se deu em toda cidade e no estado,a assessoria de comunicação emitiu uma nota em que esclarece os fatos e se diz comprometida com a verdade.
ENTENDA O CASO
Com o objetivo de investigar fraudes no Cartório de Registro de Imóveis e no Tabelionato de Notas do Município de Canavieiras,o Ministério Público estadual, em parceria com a 7ª Coordenadoria de Polícia Civil do Interior em Ilhéus (7ª Coorpin),realizou na manhã de hoje, dia 25, a 2ª fase da Operação *Domus. Foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão de documentos, equipamentos eletrônicos e celulares no município de Canavieiras e um mandado no município de Pau Brasil. Além disso, foram afastados três servidores públicos municipais. São investigados servidores da Secretaria Municipal de Finanças de Canavieiras, servidores do Tribunal de Justiça da Bahia e corretores de imóveis.Participaram da operação os promotores de Justiça Mayanna Ribeiro, Yuri Melo, Frank Ferrari, Thomás Brito e Maurício Pessoa; dois delegados e diversos investigadores da Polícia Civil. A investigação tem como foco as transações de imóveis e apuração dos crimes de falsidade ideológica, supressão de documentos públicos, corrupção passiva, peculato e crimes contra a ordem tributária. Segundo os promotores de Justiça, existem em andamento dois Procedimentos Investigatórios Criminais (PICs) no MP, uma ação penal e 14 inquéritos policiais. Ao fim da operação, o MP estadual comunicou ao Ministério Público Federal (MPF) a existência de confecções de escrituras públicas, usucapião extrajudicial e concessão de título de domínio direto de terras da União.

Cecom/MP - Telefones: (71) 3103-0446 / 0449 / 0448 / 0499 / 6502
*A Domus era a residência urbana das famílias abastadas e plebes na Roma Antiga, A domus não tinha vista para a rua. As janelas eram muito pequenas, a fim de proteger a casa de ruídos, do frio (o vidro era uma raridade) e, sobretudo, dos ladrões.LEIA MAIS SOBRE DOMUS
S E VOCÊ tem alguma denúncia ou algo importante  e quer contar pra todos,colabore com a reportagem do BLOG PAULO JOSÉ e envie seu material para o e-mail: fvpaulojose@gmail.com
ADICIONE nosso WhatsApp 73 9 9941-5577

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site:


Não serão aceitos comentários que:

1. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

2. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.